Por elisa.souza

Rio - Apontado por muitos dos presentes na HSBC Arena como o vencedor do confronto contra Phil Davis, Lyoto Machida não conseguiu esconder a decepção com o critério utilizado pelos juízes da segunda luta mais importante do UFC 163.

"É difícil falar depois do que aconteceu nesta noite. Não sei qual é o critério que os juízes utilizam, eu não sei se é uma luta de westriling ou uma luta de MMA. Em nenhum momento quero criticar o Davis, ele é um ótimo lutador mas estou criticando o critério dos jurados" desabafou o lutador paraense.

Lyoto Machida acabou sendo derrotado por Phil Davis em decisão unânime dos árbitrosAndré Mourão / Agência O Dia

Machida também revelou que não estava com toda forma física disponível para o confronto. O lutador abriu o jogo e disse que participou do confronto lesionado.

"eu torci meu pé 10 dias antes dessa luta, estalei ele, até quinta feira passada eu estava tendo dificuldades para andar, mas a vontade de lutar é muito grande então eu fui pro sacrifício", contou Lyoto.

O brasileiro também comentou sobre uma promessa feita à ele que até agora não foi cumprida pelos organizadores do evento, o paraense teria recebido a garantida que disputaria uma luta valendo o cinturão dos meio-pesados do UFC.

"Minha situação é complicada, eu estava prometido para lutar contra pelo cinturão da minha categoria. Fecharam minha luta e depois fecharam a do Alexander Gustafsson contra o Jon Jones, mas agora é pensamento positivo, não posso ficar chorando o leite derramado. o que passou passou." afirmou o lutador.

Você pode gostar