Por elisa.souza
Thiago Pereira é bronze nos 400m medleyReuters

Barcelona - Thiago Pereira sequer nadaria os 400m medley no Mundial de Esportes Aquáticos de Barcelona. Decidiu na véspera, incentivado por seu técnico, Alberto Silva, o Albertinho. E o atleta, que já fora medalhista de bronze nos 200m medley, não decepcionou. Depois de fazer o oitavo tempo nas eliminatórias, caiu na água para a final e, com uma arrancada espetacular no nado livre, garantiu mais um bronze, com o tempo de 4m09s39.

Medalhista de prata nesta mesma prova nos Jogos Olímpicos de Londres, no ano passado, Thiago chegou perto da segunda colocação, que ficou com o norte-americano Chase Kalisz (4m09s22). O ouro foi do japonês Daiya Seto, que nadou em 4m08s69.

Com o bronze de Thiago Pereira, o Brasil encerrou sua participação nas piscinas em Barcelona com cinco medalhas, sendo duas de ouro (ambas com Cesar Cielo, nos 50m livre e nos 50m borboleta) e três de bronze (duas com Thiago, sendo a outra nos 200m medley, e uma com Felipe Lima, bronze nos 100m peito).

Ao todo, o Brasil somou dez medalhas no Mundial de Esportes Aquáticos, sendo três de ouro, duas de prata e cinco de bronze. As outras cinco medalhas foram conquistadas na maratona aquática. Este foi o melhor resultado do país na história da competição.

Você pode gostar