Por fabio.klotz

Rio - O Brasil ainda tem chances de ganhar medalha nesta sexta-feira, mas de bronze. Maria Portela e Mayra Aguiar caíram nas quartas de final do Mundial de Judô, disputado no Maracanãzinho, e vão para a repescagem. Agora, eles buscam o terceiro lugar do pódio.

Na categoria médio, até 70 kg, em sua primeira luta, Portela venceu a dinamarquesa Emilie Sook por wazari. Depois, de forma emocionante, eliminou Dinara Kudarova, do Cazaquistão. A rival ficou em vantagem com um wazari, mas a brasileira não desistiu, devolveu o golpe e ainda conseguiu um ippon por imobilização.

Nas quartas de final, porém, Portela perdeu para a sul-coreana Ye-Sul Hwang. A brasileira tinha dificuldade para encontrar a melhor pegada. Maior e mais forte, a Hwang dominava o duelo e ainda conseguiu um yuko, ganhando a luta.

Na repescagem, Portela vai encarar a a francesa Lucie Decosse, tricampeã mundial e campeã olímpica. Se vencer, vai lutar pelo bronze.

Líder do ranking mundial da categoria meio-pesado (até 78kg), Mayra Aguiar estreou no Mundial contra a italiana Assunta Galeone e dominou a luta. A brasileira forçou três punições para a rival e ainda conseguiu um wazari no fim da luta.

Nas quartas, Mayra teve pela frenta a holandesa Marhinde Verkerk. A luta era acirrada. Na reta final, a brasileira foi punida com shido e ficou em desvantagem. Ao partir para cima, Mayra se descuidou e viu Verkek levar a melhor com uma chave de braço.

Agora, Mayra vai ter pela frente a ucraniana Viktoriia Turks. A brasileira precisa vencer para continuar na briga pelo bronze.

Você pode gostar