Por rafael.arantes

Rio - O Maracanã não voltará a ser gerido pelo estado. Na manhã desta segunda-feira, o governador Sérgio Cabral comentou e descartou qualquer possibilidade de ter o estádio sob o controle do governo. Enquanto recebia os medalhistas do Mundial de Judô, o governante analisou a situação dos estádios reformados e garantiu que a gestão da arena continuará sendo por concessão.

"Sem dúvida o Maracanã nunca mais volta a ser administrado pelo Estado, isso é um equívoco que se cometeu no passado. Erro grave de gestão, não tem cabimento isso. Estado é o proprietário, o Maracanã não foi vendido, mas a concepção de gestão prevaleceu. Dos 12 estádios construído ou reformados para a Copa, nove são concessionados e não são administrados pelos governos locais. Brasília não pode ser considerado porque é algo à parte. Brasília mão tem clube de futebol com força local, há torcedores de diversos lugares do Brasil e é um governo sustentado pelo Governo Federal. Mas Pernambuco, Bahia, Minas, Rio estabeleceram esse conceito, que é o mais correto de gestão compartilhada", afirmou.

Maracanã não voltará a ser adminsitrado pelo Estado, diz CabralMárcio Mercante / Agência O Dia

De outro lado, Cabral também admitiu que irá estudar a visão de cada clube do Rio sobre o início da gestão do Maracanã. Nesta tarde, o governador irá receber representantes dos quatro grandes e analisará os pontos de vista de cada clube, para firmar um balanço dos primeiros meses do estádio após a obra.

"Quero ouvir os quatro grandes clubes. A visão de cada clube. É evidente que cada clube tem seu estádio de pequeno ou médio porte. Mas no caso do Rio não há nenhum com estádio de grande porte. O Maracanã está concessionado, a concessionária respondeu às informações que formalizamos sobre o Célio de Barros e o Julio Delamare e a Casa Civil está avaliando. Quero ouvir todos", concluiu.

Desde o início oficial da concessão, Fluminense, Botafogo e Flamengo acertaram um vínculo para atuar no estádio. O Tricolor, no entanto, foi o primeiro a firmar a parceria e também é dono do contrato mais duradouro.

Você pode gostar