O bicho vai pegar no UFC Barueri

Oriundos do jiu-jítsu, Demian Maia e Jake Shields fazem duelo de grapplers. Erick Silva vai para cima de coreano

Por O Dia

São Paulo - Grapplers de primeira linha, Demian Maia e Jake Shields têm muito mais em comum do que a paixão pelo jiu-jítsu: os dois nunca foram finalizados e desejam uma disputa de cinturão dos meio-médios. Mas, para transformar o sonho em realidade, um vai ter que obrigar o outro a dar os três tapinhas durante a luta principal do UFC Fight Night 29, nesta quarta, em Barueri, São Paulo. Antes, porém, Erick Silva quer comprovar seu bom momento contra o sul-coreano Dong Hyun Kim. O card preliminar começa a partir das 18h.

Demian Maia enfrenta Jake ShieldsDivulgação

O cartel dos faixas-pretas Demian e Shields impressiona. O brasileiro conquistou nove das 18 vitórias na carreira no MMA por finalização e está invicto há três lutas. O americano não possui sequência recente tão boa, mas é perigoso e finalizou dez vezes em suas 28 vitórias. Duelo que é prato cheio para os fãs da arte suave, mas que não agrada em nada aos fanáticos por uma luta mais forte.

“Ser um grappler pode ser meio ruim, é porque muitos fãs querem ver a luta de pé e não entendem a técnica e a arte da luta de chão. Mas espero que as pessoas aprendam cada vez mais sobre isso”, disse Jake Shields, de 34 anos.
Um ano mais velho, Demian tem em seu currículo uma disputa de cinturão dos médios, contra Anderson Silva, mas foi na categoria de baixo que ele se encontrou. O paulista já enfileirou três com seu jiu-jítsu e a promessa é de mais um para a conta.

“No chão é muito difícil acontecer uma finalização quando está muito parada, é mais previsível. Eu gosto de dar giro no chão, de buscar a posição, então não acho que vai ser uma luta fácil”, afirmou Demian Maia.

Completando o card principal do UFC no Ginásio José Corrêa, o meio-pesado Fábio Maldonado mede forças com Joey Beltran e Thiago Silva vai com tudo para cima de Matt Hamill. O evento marca a descida de Rousimar Toquinho para os meio-médios, contra Mike Pierce, e ainda o mosca Iliarde Santos enfrentando o duro Chris Cariaso.

José Aldo quer Pettis como próximo adversário

Em uma sessão de perguntas e respostas com fãs, nesta terça, o campeão dos penas do UFC, José Aldo, demonstrou desejo de lutar com o americano Anthony Pettis, detentor do título dos leves. A decisão de marcar o duelo, porém, está nas mãos da direção do evento.

“A gente espera fazer essa superluta. Mas marcaram um combate para ele (contra Josh Thomson). Por mim já tinha saído, em qualquer peso. Sou funcionário, não vejo problema. Eu queria nos leves, é lógico. Ele tem o cinturão dele e não pode roubar o meu”, disse Aldo.

Últimas de Esporte