Unilever estreia no Mundial de Clubes

Equipe carioca enfrenta rival dos EUA e aposta na superação para tentar conquistar título inédito

Por O Dia

Suíça - Com a experiência de Fofão e a juventude de Gabi, a Unilever começa nesta quarta a busca pelo título inédito do Mundial de Clubes, em Zurique, na Suíça. A equipe comandada pelo técnico Bernardinho estreia às 12h30 (horário de Brasília), contra o Iowa Ice, dos Estados Unidos.

Bernardinho orienta jogadoras do UnileverAlessandro Costa / Agência O Dia

Na bagagem, o time tem um trunfo bastante conhecido: a superação. Com pouco tempo de preparação para a competição, o elenco sabe que precisa colocar em quadra muita vibração para vencer os seus oponentes.

“Teremos grandes adversários e não treinamos tanto quanto gostaríamos. Nossa marca é nunca desistir, brigar muito por cada ponto e, sem dúvida, faremos isso. Se não estamos 100%, no nosso auge, mostraremos mais vontade. Será um orgulho trazer o troféu para o Brasil, justo quando completamos dez anos na minha cidade (Rio de Janeiro)”, afirmou a líbero Fabi, muito confiante.

“A gente teve pouco tempo para se preparar. Além disso, a Brankica chegou e tentamos buscar o entrosamento o mais rápido possível. Mas estamos preparadas e queremos vencer”, disse Gabi.

Para a ponteira, atletas experientes como Fofão e Fabi têm um papel fundamental no grupo e farão a diferença em quadra: “Sempre fui muito fã delas. A Fofão, por exemplo, me passa muita tranquilidade e responsabilidade de estar trabalhando firme o tempo inteiro. São essas atletas que incrementam cada vez mais os nossos sonhos e os nossos objetivos.”

Para Bernardinho, a mescla entre experiência e juventude é o segredo do sucesso. “Essa composição dá condição das jovens crescerem e traz a energia e o entusiasmo que contagia as veteranas”, destacou o técnico.

BRASIL E TURQUIA NA SEXTA

Pelo Grupo B, a Unilever também vai enfrentar o VankifBank Instanbul, atual campeão da Turquia, na sexta-feira, às 15h30 (horário de Brasília). O Grupo A é composto por Guangdong Evergrande (China), Kenya Prisons (Quênia) e Volero Zurich (Suíça). Os dois melhores de cada chave avançam às semifinais.

Últimas de Esporte