Por ulisses.valentim

França - O sérvio Novak Djokovic, número dois do mundo, até saiu em desvantagem, mas venceu o suíço Roger Federer por 2 sets a 1 de virada neste sábado, com parciais de 4-6, 6-3 e 6-2, e se tornou o primeiro finalista do Masters 1000 de Paris, penúltimo torneio da temporada.

Campeão na capital francesa em 2009, 'Djoko' precisou de exatamente 2 horas para se classificar para a decisão, em que terá pela frente o vencedor do duelo espanhol entre Rafael Nadal e David Ferrer. O sérvio dá sequência, assim, a um excelente fim de temporada. 'Nole' não sabe o que é ser derrotado desde a final do US Open, em que caiu diante de Nadal.

Djokovic vibra após a vitória sobre FedererEfe

Desde então, venceu 16 partidas e foi campeão do ATP 500 de Pequim e do Masters 1000 de Xangai. Federer, por sua vez, vinha em recuperação de uma temporada ruim e começou o jogo com tudo, vencendo o primeiro set e quebrando o serviço de Djokovic logo no começo do segundo. Contudo, o número 2 do mundo reagiu, obteve a virada na parcial e fechou o jogo no set seguinte.

Após a partida, o sérvio ainda bateu bola com o atacante sueco Zlatan Ibrahimovic, jogador do Paris Saint-Germain, que assistiu à semifinal.

Você pode gostar