Por fabio.klotz

São Paulo - O acidente que ocorreu nesta quarta-feira na Arena Corinthians, e que acabou causando a morte de duas pessoas, irá paralisar as obras por tempo indeterminado. Após o acidente, causado por um guindaste que derrubou parte da estrutura metálica da cobertura do estádio, a construtora Odebecht dispensou todos os funcionários, que não sabem ainda quando retornarão ao trabalho.

Guindaste cai e mata duas pessoas na Arena Corinthians Reprodução Facebook

Enquanto a construtora e a Defesa Civil de São Paulo não tiverem a dimensão e as causas do acidente, a obra permanecerá fechada. Ainda nesta tarde, representantes da construtora irão conceder uma entrevista coletiva, onde irão comentar quais os próximos procedimentos que serão adotados daqui em diante. O ex-presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, que dirige a comissão do clube que acompanha as obras do estádio, não participará da entrevista.

No local onde ocorreu o acidente, iria ser realizada uma cerimônia para festejar a última parte da estrutura do estádio a ser posicionada, que marcaria simbolicamente o fim das obras do Itaquerão.
Publicidade
O estádio do Corinthians será palco da abertura da Copa do Mundo e sediará outros três jogos da primeira fase, além de uma partida das oitavas de final e uma das semifinais. Sede de São Paulo na Copa do Mundo, a Arena Corinthians tinha entrega prevista para 31 de dezembro de 2013.
Reportagem de Bruno Winckler
Você pode gostar