Por pedro.logato

Argentina - Com 113 anos de história, a Ponte Preta esteve muito perto de ser campeã pela primeira vez. Logo em uma competição internacional, porém a Macaca acabou sendo derrotada na decisão da Sul-Americana pelo Lanús por 2 a 0 e não conseguiu levantar o seu primeiro troféu.

Além da torcida do Lanús, que já havia vencido a Conmebol em 1996, outros torcedores que comemoraram muito o resultado foram os botafoguenses. Com o vice-campeonato da Ponte, o Glorioso garantiu a vaga na Libertadores de 2014. O time carioca ficou em quarto lugar no Brasileiro e perderia a vaga, caso a Macaca fosse campeã da competição.

Lanús é campeão da Sul-AmericanaReuters

O JOGO

Atuando em casa, o Lanús começou a partida pressionando a Ponte. Com apenas cinco minutos, Santiago Silva teve boa chance, depois de belo cruzamento de Somoza. Aos 9 minutos, um lance polêmico, Rildo foi lançado e caiu pedindo pênalti, ignorado pela arbitragem.

O time argentino seguia melhor e quase abriu o placar aos 23 minutos. A zaga da Ponte falhou e a bola ficou com Blanco, que bateu forte, triscando a trave de Roberto. Um minuto depois, o Lanús marcou. Blanco recebeu pela direita e bateu cruzado, Ayala desviou para o fundo das redes da Macaca.

Antes do término da primeira etapa, o Lanús chegou ao seu segundo gol. Após escanteio, Santiago Silva cabeceou, Roberto largou e Blanco conferiu para o fundo das redes.

O segundo tempo começou bem mais equilibrado. Precisando de gols, a Ponte Preta passou a tomar as ações do jogo, mas acabava por dar espaços para os contra-ataques do Lanús. Aos 20 minutos, a Macaca quase marcou em boa jogada de Ferrugem, mas o goleiro Marchesín fez boa defesa.

Aos 26 minutos, o Lanús quase ampliou. Após cruzamento pela esquerda, Blanco subiu e cabeceou com força para boa defesa de Roberto. Aos 37 minutos, nova chance, com Gonzales e Roberto fez bela defesa, salvando o time paulista. Porém, o resultado já estava mais do que suficiente para o time argentino levar a taça.

Você pode gostar