Por rafael.arantes
Sérvia - Pela primeira vez na história, a seleção brasileira feminina de handebol entra em quadra em busca de uma medalha de ouro no Mundial da modalidade, que está sendo realizado na Sérvia. As meninas enfrentam as donas da casa, neste domingo, às 14h30.
Invicto na competição, o Brasil passou na primeira fase por Argélia, Japão, Dinamarca e Sérvia. A Seleção ainda superou a Holanda nas oitavas, a Hungria nas quartas, e novamente a Dinamarca, nas semifinais.
Brasil está na finalEfe

Sem tradição no esporte, a seleção é a segunda fora da Europa a estar em uma final de Mundial. Somente a Coreia do Sul, em 1995, havia conseguido tal feito.

Publicidade
“Tínhamos a fama de um time que não tinha uma recomposição boa e mostramos na competição que evoluímos nisso. Contra a Sérvia espero o mesmo e sei que elas darão essa resposta”, disse o treinador dinamarquês Morten Soubak, que está no comando da seleção desde 2009.
Ainda sem acreditar na histórica vaga na final, o técnico garante que todos vão lutar pelo ouro. “Não acredito. Agora estou ciente que temos uma medalha em mãos. Era o grande sonho de todo mundo. Mas não acabou e vamos lutar pelo ouro”, afirmou.
Publicidade
PARABÉNS DE DILMA
Pelo Twitter, a presidenta Dilma Rousseff celebrou o feito e parabenizou as meninas: “É a primeira vez que as brasileiras chegam tão longe. Elas mereceram a nossa torcida e o nosso aplauso.”
Publicidade
A imprensa internacional também repercutiu o sucesso das brasileiras. A Federação Internacional de Handebol (IHF) destacou em seu site: “O samba brasileiro continua na final contra a Sérvia.”