Por rafael.arantes

São Paulo - A animação com que o presidente Juvenal Juvêncio fala sobre um hipotético retorno do meia-atacante Lucas ao São Paulo não é correspondida. Apesar de ainda não ser unanimidade no Paris Saint-Germain e de ter perdido espaço na seleção brasileira, o jogador está determinado a garantir a sua presença na Copa do Mundo de 2014 com boas atuações no futebol francês.

"Todos sabem do carinho que tenho pelo São Paulo, um clube que amo de paixão, que ficará para sempre no meu coração. Mas saí do meu País há pouco tempo e tenho os meus projetos na Europa. Até penso em voltar para o São Paulo algum dia. Só que não agora", avisou Lucas, que voltou ao Brasil na segunda-feira para passar as festas de final de ano.

Lucas descarta retorno imediato ao BrasilAndré Mourão / Agência O Dia

Ao fazer o seu balanço pessoal de 2013, o meia não ficou cabisbaixo. Ao contrário. Cercado dos fãs que deixou no Brasil, adotou um discurso otimista: "Foi um ano de aprendizado, de adquirir experiência pessoal e profissional. Podem ter certeza de que estarei muito mais bem preparado em 2014, até por tudo o que venho passando. Essas coisas só me deixarão mais forte".

Lucas precisará realmente estar mais forte se quiser se firmar no PSG e garantir presença no Mundial do Brasil. "É claro que a Copa é o meu objetivo, o meu grande sonho. Vou lutar bastante para isso. Sei da minha capacidade, do meu potencial", discursou, antes de amenizar a pressão sobre si. "Mas prefiro pedir ao Papai Noel paz, amor e união para as pessoas do Brasil. Isso é o primordial", esquivou-se o ex-são-paulino.

Você pode gostar