Fenômeno em quatro rodinhas

Maior revelação do skate brasileiro, Pedro Barros inicia a busca por seu quinto título mundial

Por pedro.logato

Rio - Em vez de chutar uma bola de futebol — seguindo a tradição que passa de pai para filho no Brasil —, Pedro Barros, desde 1 ano de idade, mostra habilidade com os pés em outra modalidade: o skate.

Natural de Florianópolis, ele se apaixonou pelo esporte através de um amigo do pai. Hoje, aos 19, é considerado um fenômeno sobre as quatro rodinhas, com quatro títulos mundiais da modalidade Bowl.

Pedro Barros é uma revelação do SkateCarlos Moraes / Agência O Dia

“Eu comecei muito cedo e passei por todas as categorias. Me profissionalizei aos 14 anos, e, desde então, fui campeão mundial a cada ano em minha carreira”, vibra o skatista, franco favorito ao título na primeira etapa do Mundial, que terá sua final domingo, no Parque Madureira. Ele se mostra tranquilo diante de tanta expectativa e garante não sentir a pressão pelo resultado.

“Todos esperam muito mais de mim a cada ano que passa. Com tantos nomes qualificados no circuito, é minha obrigação me manter no topo, tentar evoluir ao máximo. Não me sinto pressionado, sempre penso em andar e me divertir”, revela.

Ícone da renovação brasileira no cenário mundial, Pedro Barros não é o único a despontar nas competições profissionais ao redor do mundo. “O Brasil está muito bem servido, mas é preciso paciência para que eles mostrem o seu potencial”, observa Pedro, acrescentando que é uma honra disputar um título com Mineirinho, seu ídolo de infância e dono de seis títulos mundiais na categoria vertical.

Mineirinho é uma lenda do skate brasileiroAndré Mourão / Agência O Dia

RETORNO AO INÍCIO

uma das lendas vivas do esporte, Sandro Dias, hexacampeão mundial no vertical, busca seu primeiro título no Bowl. Aos 38 anos, encara o novo desafio como um retorno ao início de sua trajetória.

“O início da minha carreira foi no Bowl, mas segui para o vertical. Sempre gostei e hoje posso competir com os meus amigos”, disse o Mineirinho.

Quando o assunto é a nova safra de skatistas, ele se mostrou esperançoso. “Nos últimos anos surgiram bons nomes, que vão poder dar sequência ao que minha geração fez”, prevê Sandro, que destaca Pedro Barros como grande aposta para o futuro.

“Sempre falei que esse moleque é um fenômeno e hoje todos podem ver. Ele tem facilidade em qualquer modalidade e muita qualidade. Não foram por acaso os quatro títulos. Ele será o grande nome do skate, a maior estrela nos próximos anos”, garante.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia