Pressionado por 'Caso Neymar', presidente do Barcelona deixa o cargo

Vice, Josep Maria Bartomeu, será o novo mandatário do clube

Por pedro.logato

Espanha - O presidente do Barcelona, Sandro Rosell, anunciou nesta quinta-feira que vai deixar o cargo de presidente do clube catalão. O ex-mandatário tomou a decisão, após a pressão recebida por conta de supostas irregularidades envolvendo a transferência do atacante Neymar. Com a decisão de Rosell, o vice-presidente do clube, Josep Maria Bartomeu, assume o cargo no clube espanhol.

"Eu e minha família sofremos ameaças e ataques que me fizeram pensar se ser presidente significa colocar em risco a minha família. Nos últimos dias sofri uma ameaça injusta de apropriação indébita, que chegou à Justiça. Creio que minha etapa aqui terminou. Por isso, apresento meu pedido de demissão à diretoria do Barcelona em caráter irrevogável", disse Rossel, em entrevista na sala de imprensa do Barça.

Rosell e Neymar durante chegada do atleta a BarcelonaEfe

Caso Neymar

Destaque do Santos e da seleção brasileira, Neymar chegou ao Barcelona no começo da atual temporada européia, que aconteceu no meio de 2013.

A transferência está sob investigação da justiça espanhola, que apura se o clube omitiu o valor real da compra do atacante. O Barça diz que pagou € 57 milhões (cerca de R$ 182 milhões) pelo craque brasileiro. Porém, há denúncia de que o valor chegou até a € 95 milhões (R$ 303 milhões).

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia