Roberto Pimentel: A incrível história de Alverenga

Pescador ficou mais de um ano a deriva no Pacífico

Por O Dia

Rio - A fantástica ‘história de pescador’ do salvadorenho José Salvador Alverenga, 37 anos,que afirma ter ficado à deriva no Pacífico por 13 meses e, para sobreviver, bebeu sangue de aves e tartarugas, além da própria urina, o transformou em celebridade mundial. Resgatado semana passada, o pescador de camarões disse que saiu para pegar tubarão. Ao fisgar o animal, o barco quebrou e a sua epopeia começou.

EXAMES MÉDICOS PODEM CONFIRMAR DRAMA DE SALVADORENHO NO PACÍFICO

Alverenga diz ter saído do México em dezembro de 2012 com um parceiro, Ezekiel, de 15 anos, que morreu de inanição. Após mais de um ano desaparecido — dado como morto pela família, em El Salvador —, foi encontrado vivo, em atol na região da Micronésia, no Pacífico, após ser arrastado por mais de 10 mil quilômetros no mar.

Mas a pergunta que não quer calar: como um pescador sobrevive só à base de sangue de tartaruga, gaivotas e a própria urina, por 13 meses no mar, e ainda consegue engordar?

A resposta pode estar nos exames médicos em hospital da Ilha Marshal, para onde foi levado. Ficou constado problema nos rins, que pode ter sido causado pelo sangue de animais e urina que ele diz ter ingerido. O problema explicaria o rosto e as pernas inchados.

CONDIÇÕES DO TEMPO

O maçarico continuará no fim de semana no Rio, com temperaturas beirando os 40 graus. O jeito é refrescar-se na praia com águas a 16 graus e mar calmo. De Lua Crescente, a maré varia pouco: alta atinge 0.8m às 7h40 e a baixa, 0.5m, às 15h10.

DICAS DE PEIXES

Mestre
Canarinho (99953-8100).

As iscas são camarão, lula e bonito: Quebra Mar da Barra — carapicu-bandeira, riscadinho, galhudo e papa-terra; Cagarras — pescadinha, parguinho, corvina e olho-de-cão; Gragoatá/Boa Viagem — corvina, papa-terra, carapicu-bandeira (dia) e espada (noite); Ilhas Pai e Mãe — tira-e-vira, pescadinha, goete e espada.

Carlinhos
Piraúna
para pesca desembarcada: Copacabana (Postos 5/6) — corvina e papa-terra; Arpoador — espada, olho-de-cão e lula (noite); Leme — carapicu e anchoveta (dia), espada e lula (noite); Praia Vermelha — lula (noite); Pista Claudio Coutinho — espada e olho-de-cão (noite); cais saída do Forte da Urca — olho-de-cão (madrugada); Murinho da Urca — carapicu e anchoveta; estacionamento Pirâmide — carapicu (tarde).

Gilberto Ohoishi (22-99839-6442) para pesca embarcada: em Arraial do Cabo, na Praia Grande — tira-e-vira e pargo; na Ponta do Focinho — castanha e pescadinha (tarde); ao largo da Pedra Vermelha — olho-de-cão.

Últimas de Esporte