Por ulisses.valentim

Inglaterra - Depois de ter frustrado a expectativa por um clássico na decisão da Copa da Liga Inglesa ao eliminar o Manchester United nas semifinais, o Sunderland sentiu neste domingo por 55 minutos o gostinho de ser campeão, mas o Manchester City virou a partida e ficou com o título. Fabio Borini colocou o time do técnico Gustavo Poyet em vantagem logo aos dez minutos de jogo em Wembley, mas Yaya Touré, Samir Nasri e Jesús Navas marcaram um gol cada no segundo tempo e garantiram ao City um título que o clube não conquistava desde 1976.

O Sunderland, por sua vez, repetiu o vice de 1985. Os 'Citizens' puderam voltar a contar com o atacante Sergio Agüero, que não entrava em campo havia mais de um mês devido a uma lesão. Quem também foi escalado pelo técnico Manuel Pellegrini foi o volante Fernandinho, que está convocado para a seleção brasileira para o amistoso contra a África do Sul na próxima quara-feira.

Jogadores celebram com a taçaReuters

Tentando fazer valer sua superioridade técnica, o City pressionou desde o começo, mas uma falha foi suficiente para que o Sunderland abrisse o placar. Aos dez minutos do primeiro tempo, Fernandinho perdeu uma bola na intermediária de ataque, Adam Johnson puxou o contragolpe e descolou bom lançamento para Borini, que ganhou de Kompany e bateu cruzado.

O gol abalou a equipe de Manchester, que pouco criou até o intervalo. Na etapa final, porém, os 'Black Cats' acusaram o cansaço, e o City precisou de apenas 11 minutos para virar. Aos dez, Yaya Touré teve espaço na meia direita e, sem dominar, mandou um lindo chute por cima do goleiro.

Jogadores comemoram o título após o termino da partidaEfe

Nem bem comemorou o golaço do volante marfinense e a torcida dos 'Citizens' já pôde celebrar a virada. Aos 11 minutos, Agüero desceu pela esquerda e rolou para a chegada de Nasri, que bateu firme e superou Mannone. Quem terminou de abrir o caminho em direção aos 107 degraus que levam ao camarote de Wembley foi Jesús Navas, com ajuda de Touré. O atleta de Costa do Marfim puxou contra-ataque e rolou para o espanhol deixar o dele.

Você pode gostar