Por bernardo.argento

EUA - A carreira de Chael Sonnen corre risco de acabar. O lutador, que sofre de hipogonadismo, faz uso da terapia de reposição hormonal para controlar o seu distúrbio. Com a recente proibição, o próximo adversário de Wanderlei Silva não sabe se vai conseguir continuar a lutar sem o uso do TRT. Para o americano, o tratamento é essencial para que possa viver normalmente.

"Se não der certo (sem o TRT), talvez eu tenha de parar de lutar. É simples assim", comentou Sonnen, em entrevista ao programa UFC Tonight.

Chael Sonnen não sabe se vai continuar a luta após a proibição do TRTDivulgação

E a tendência é que a situação piore para o lado do americano. Até agora, apenas a Comissão Atlética de Nevada decidiu banir o TRT, mas os demais órgão estaduais, regulamentadores dos esportes americanos de luta, devem seguir o mesmo caminho.

"Sei que tenho de sentar com meu time e entender as regras, mas também tenho de falar com os médicos para ver minha saúde. Um atleta não deveria escolher entre o esporte ou saúde. Deveria ser uma combinação dos dois", concluiu Chael.

Outro lutador que tem a sua carreira em xeque é Vitor Belfort. O brasileiro teve de abrir mão da luta contra Chris Weidman, por conta da proibição do TRT. Frank Mir, Antônio Pezão e Dan Henderson são só alguns dos lutadores que já assumiram fazer uso deste tipo de tratamento.

Você pode gostar