Por ulisses.valentim

Aústria - Gerhard Berger, ex-piloto de Fórmula 1 e fiel escudeiro de Ayrton Senna na McLaren, sofreu um acidente de esqui na Áustria. Por sorte, ao contrário do que aconteceu com Michael Schumacher no final do ano passado, Berger não bateu a cabeça e apenas quebrou um braço.

A informação é do jornal austríaco Kronen Zeitung. De acordo com a publicação, o austríaco de 54 anos esquiava na última quinta-feira com baixas condições de visibilidade. Com a queda e a fratura, o ex-piloto foi removido para um hospital em St Johann am Tirol, também na Áustria, e passou o final de semana sob observação.

Berguer sofreu um acidente de esquiDivulgação

Berger correu na principal categoria do automobilismo de 1984 a 1997. Em 210 corridas disputadas, venceu dez vezes e subiu ao pódio em 48 oportunidades. De 1990 a 1992 ele dividiu o cockpit da McLaren com Ayrton Senna, de quem se tornou amigo próximo.

Este foi o segundo acidente de esqui recente envolvendo ex-pilotos de F1. No dia 29 de dezembro de 2013, Michael Schumacher bateu a cabeça em uma pedra enquanto praticava o esporte na França. O alemão está em coma induzido desde então e os médicos tentam acordá-lo reduzindo a sedação.

Você pode gostar