Ex-Fla, Bábby vira arma do Pinheiros e sonha com posto de 'Rei das Américas'

Pivô vai reencontrar o ex-clube na final da Liga das Américas

Por O Dia

Rio - Bábby já sentiu o gostinho de ser campeão continental com o Flamengo. Ele participou da campanha vitoriosa na Liga Sul-Americana em 2009. Agora no Pinheiros, o pivô terá justamente o ex-clube na final da Liga das Américas, neste sábado, às 21h15, no Maracanãzinho. A meta de Bábby é estragar a festa carioca e se tornar o "Rei das Américas", com os dois principais títulos.

Bábby pode se tornar o 'Rei do continente'Divulgação

"Seria uma honra (virar o "Rei das Américas"). É uma honra estar neste grupo. Apesar de ter chegado no meio do campeonato, os companheiros me receberam muito bem, acreditaram no meu potencial. É um sonho conquistar o título e fazer história no Pinheiros", disse o pivô.

O camisa 66 pode mostrar que tem estrela e ser campeão logo no primeiro torneio que disputa pelo Pinheiros.

"Isso mostra a minha capacidade, o quanto posso ajudar o time, a energia que acrescento à equipe. Impor aquele respeito no garrafão não tem preço", analisa Bábby.

O pivô do Pinheiros não guarda mágoas do Flamengo e até revela saudade do tempo em que defendia o clube.

"Eu fiz uma história bonita. Fui campeão brasileiro, sul-americano, estadual. Foi especial. Agora estou do outro lado, podendo fazer história pelo Pinheiros. Acho que é mérito do trabalho. Respeito todo mundo do outro lado, respeito o Flamengo. Eu sinto saudade desta torcida, da cidade. Infelizmente não deu certo", encerra.

Últimas de Esporte

Ex-Fla, Bábby vira arma do Pinheiros e sonha com posto de 'Rei das Américas' O Dia - Esporte

Ex-Fla, Bábby vira arma do Pinheiros e sonha com posto de 'Rei das Américas'

Pivô vai reencontrar o ex-clube na final da Liga das Américas

Por O Dia

Rio - Bábby já sentiu o gostinho de ser campeão continental com o Flamengo. Ele participou da campanha vitoriosa na Liga Sul-Americana em 2009. Agora no Pinheiros, o pivô terá justamente o ex-clube na final da Liga das Américas, neste sábado, às 21h15, no Maracanãzinho. A meta de Bábby é estragar a festa carioca e se tornar o "Rei das Américas", com os dois principais títulos.

Bábby pode se tornar o 'Rei do continente'Divulgação

"Seria uma honra (virar o "Rei das Américas"). É uma honra estar neste grupo. Apesar de ter chegado no meio do campeonato, os companheiros me receberam muito bem, acreditaram no meu potencial. É um sonho conquistar o título e fazer história no Pinheiros", disse o pivô.

O camisa 66 pode mostrar que tem estrela e ser campeão logo no primeiro torneio que disputa pelo Pinheiros.

"Isso mostra a minha capacidade, o quanto posso ajudar o time, a energia que acrescento à equipe. Impor aquele respeito no garrafão não tem preço", analisa Bábby.

O pivô do Pinheiros não guarda mágoas do Flamengo e até revela saudade do tempo em que defendia o clube.

"Eu fiz uma história bonita. Fui campeão brasileiro, sul-americano, estadual. Foi especial. Agora estou do outro lado, podendo fazer história pelo Pinheiros. Acho que é mérito do trabalho. Respeito todo mundo do outro lado, respeito o Flamengo. Eu sinto saudade desta torcida, da cidade. Infelizmente não deu certo", encerra.

Últimas de Esporte