Com ajuda de 'vaquinha', Edilson paga dívida e deixa a prisão

Atacante dribla a imprensa ao sair da Polinter

Por O Dia

Bahia - O ex-atacante Edilson saiu da prisão nesta sexta-feira à noite. O Capetinha driblou a imprensa ao sair da Polinter, no Complexo Policial dos Barris. Ele estava detido desde quarta-feira por atraso no pagamento de pensão alimentícia. O ex-atleta conseguiu quitar o débito graças a uma "vaquinha" organizada por amigos e familiares. As informações são do jornal "A Tarde".

Edilson foi liberado da prisãoMarcelo Regua / Agência O Dia

A "vaquinha" arrecadou R$ 102 mil. A dívida era de R$ 122 mil (R$ 20 mil referentes aos honorários do processo), mas Edilson conseguiu abater R$ 20 mil.

A prisão de Edilson foi determinada em dezembro, mas só aconteceu em março por não ter sido encontrado no endereço informado. Ivana Maturino, com quem teve um filho, é quem processou o ex-atacante.

Depois de se aposentar, Edilson virou empresário. Quando jogador, ele defendeu clubes como Flamengo, Vasco, Guarani, Corinthians, Palmeiras, Cruzeiro, Bahia e Vitória. O Capetinho foi campeão mundial com a seleção brasileira em 2002.

Últimas de Esporte