Por pedro.logato

Jamaica - Um dos maiores velocistas do mundo e compatriota de Usain Bolt, o ex-recordista dos 100 metros razos, Asafa Powell, foi suspenso nesta quinta-feira por 18 meses por doping. O jamaicano, de 31 anos, recebeu a punição por ter testado positivo para oxilofrina (estimulante proibido pela Agência Mundial Antidoping) em seletiva para o Mundial de Atletismo, em junho do ano passado. A pena dada ao atleta foi decretada de forma unânime pela Comissão Antidoping da Jamaica.

Asafa Powell foi pego no exame antidopingDivulgação

A punição ao velocista foi retroativa e já estava em vigor desde o dia 21 de junho de 2013, data em que foi coletada a amostra. Por conta disso, Powell, medalha de ouro no revezamento 4x100m nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, vai poder participar novamente das competições a partir do dia 20 de dezembro deste ano.

Quando recebeu a notícia, o velocista negou que tivesse algum tipo de culpa e disse que jamais trapaceou na carreira. Segundo Powell, a culpa seria de um treinador recém-contratado, o canadense Christopher Xuereb, por ter fornecido suplementos que continham o estimulante proibido.

Você pode gostar