Por fabio.klotz

Rio Grande do Sul - O Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) do Rio Grande do Sul decidiu punir, na noite desta quinta-feira, o Esportivo com a perda de nove pontos, seis mandos de campo e multa de R$ 30 mil por conta de atos racistas da torcida contra o árbitro Márcio Chagas da Silva após a partida contra o Veranópolis, em março, pelo Campeonato Gaúcho.

Por conta da retirada de pontos, o Esportivo será rebaixado no Gauchão. O clube de Bento Gonçalves, no entanto, pode recorrer da decisão.

Na ocasião, o árbitro relatou em seu perfil no Facebook que ouviu insultos antes de a partida começar no Estádio Montanha dos Vinhedos, em Bento Gonçalves. Ao deixar o estádio, ele deparou com bananas atiradas em seu carro.

"Infelizmente, está voltando à tona esse tipo de atitude por parte de alguns infelizes torcedores. Não posso generalizar, porque foram alguns que se manifestaram de forma racista, com expressões como ‘macaco’, ‘seu lugar é na selva’ e ‘volta para o circo’", disse Silva à Rádio Gaúcha um dia após o episódio.

Você pode gostar