Cruzeiro festeja título da Superliga e mira o bi Mundial: 'Nada de descanso'

Jogadores do time mineiro festejam conquista sobre o Sesi-SP e já projetam nova batalha pelo título internacional

Por O Dia

O levantador William foi um dos destaques do título do CruzeiroRafael Arantes / Agência O Dia

Minas Gerais – Levantar a taça do maior torneio nacional de vôlei é motivo de muita festa. Por isso, os jogadores do Cruzeiro ainda festejam a conquista da Superliga Masculina desta manhã com muita euforia. O clima de festa, no entanto, fica para trás quando o assunto passa a ser a luta pelo bicampeonato do Mundial de Clubes, que será realizado em Belo Horizonte.

“É claro que a gente fica muito feliz e não poderia ser diferente. Este é um título incrível para nossa equipe, conseguimos realizar tudo como queríamos, mas também temos que começar a pensar no Mundial. O descanso e a festa são só até amanhã, depois disso o Marcelo já começa a pegar no pé de novo”, disse o levantador William.

Mesmo com o foco sempre direcionado para os compromissos da equipe, o ponteiro Filipe não esconde a alegria em poder levantar a taça da Superliga dentro da casa do Cruzeiro. Segundo ele, não há desejo maior do que exaltar a conquista do time celeste.

“Estamos de parabéns. Conseguimos fazer uma grande temporada e temos certeza que esse título veio para coroar isso. É difícil falar muito, assim como também temos que nos preocupar com o Mundial. Mas hoje o que eu quero mesmo é dar parabéns para o nosso grupo. Foi demais”, afirmou Filipe, que viu o amigo Wallace, maior pontuador da Superliga, também comemorar a conquista e ressaltar o valor do título.

“É um grande título. Não achei que foi fácil, muito pelo contrário. Sabíamos do potencial do Sesi e, por isso, viemos ainda mais focados nessa partida. Fico muito feliz de poder sair daqui vencedor e dar mais essa alegria para o nosso torcedor”, concluiu.

Sada Cruzeiro venceu o Sesi-SP por 3 sets a 0 e levantou a taça de campeãoRafael Arantes / Agência O Dia

O Cruzeiro se sagrou bicampeão da Superliga após derrotar o poderoso Sesi-SP por 3 a 0. Sob olhares de 14 mil presentes, os donos da casa fizeram a festa no ginásio do Mineirinho e pintaram de azul a manhã mineira.

O repórter viaja a convite da organização do evento

Últimas de Esporte