Por pedro.logato

Paraná - Na última semana, após faltar duas atividades depois da eliminação da equipe na Libertadores, Adriano deixou o Atlético-PR. Porém, segundo o presidente do clube, Mario Celso Petraglia, este não foi o único problema no Imperador na equipe curitiba. Segundo o mandatário, a chegada do jogador piorou o clima no Rubro-Negro.

Adriano deixou o Atlético-PR na semana passadaDivulgação

"Quando o Adriano vem para um grupo que já não está bom, cria-se um clima ainda pior. Alguns jogadores acham que são os donos do clube porque são mais velhos, ou porque se é o capitão da equipe. O Lopes (Antônio, diretor de futebol) alertou isso. Por isso, estamos mudando tudo. Precisavamos fazer algo de forma rápida, e tomamos essa decisão. Só não foi antes porque estávamos na Libertadores. Determinamos que aguardaríamos até o final da nossa participação. Lamentavelmente, fomos muito mal e perdemos dois jogos em razão desse ambiente", afirmou em entrevista à "Rádio CAP".

Segundo Petraglia, outros incidentes aconteceram no Furacão. O zagueiro Manoel acabou afastado recentemente por não respeitar a opinião do treinador do clube. Porém, jogador pode ser reintegrado ao time principal caso mude de comportamento. A negociação também pode ser uma realidade. No momento, o Furacão é detentor de 80% dos direitos econômicos do atleta.

Você pode gostar