Rivais se unem em homenagem do Liverpool a torcedores mortos há 25 anos

Líder do Campeonato Inglês realizou um memorial para as 96 vítimas da Tragédia de Hillsborough, em 15 de abril de 1989. Até o técnico do rival Everton prestou sua homenagem no local

Por O Dia

Inglaterra - Cerca de 30 mil pessoas, entre jogadores atuais e ídolos do clube, torcedores e até Roberto Martínez, técnico do rival Everton, estiveram nesta terça-feira no Anfield Road, estádio do Liverpool, na realização de um memorial para as 96 vítimas fatais de uma tragédia que mudou de vez a mentalidade do futebol inglês há exatos 25 anos.

No dia 15 de abril de 1989, Liverpool e Nottingham Forest disputavam a semifinal da Copa da Inglaterra no Estádio Hillsborough, casa do Sheffield Wednesday. Por causa da superlotação na arquibancada inferior que fica atrás de um dos gols, 96 torcedores do Liverpool morreram sufocados - outros 766 ficaram feridos.

Torcedor do Liverpool se emociona com homenagem aos mortos em HillsboroughReuters

A Tragédia de Hillsborough, como o episódio ficou conhecido, motivou uma investigação batizada de Taylor Report, que transformou os estádios na Inglaterra em locais mais seguros e combateu com rigor os hooligans. Ainda assim, a cada "aniversário" da morte das vítimas, torcedores do Liverpool cobram mais rigidez nas punições, tanto que a frase "Justice for 96" (Justiça pelos 96) acabou virando grito de guerra.

As diversas homenagens no Anfield levaram às lágrimas desde torcedores até Rafa Benítez, técnico do Napoli, e o capitão Gerrard. Brendan Rodgers, atual técnico do Liverpool, leu trechos da Bíblia para o público.

Torcedores do Liverpool fazem bela homenagemReuters

Os 25 anos da Tragédia de Hillsborough ajudaram Rodgers a motivar seu time no último domingo, na vitória por 3 a 2 sobre o Manchester City, que manteve o Liverpool na liderança do Campeonato Inglês a quatro rodadas do fim - o clube não se sagra campeão nacional desde 1990.

Últimas de Esporte