Morte do narrador Luciano do Valle repercute na imprensa esportiva do país

Jornalistas de diferentes veículos de comunicação relembram momentos marcantes da carreira do colega de profissão

Por O Dia

Rio - O narrador Luciano do Valle, de 66 anos, um dos principais integrantes do jornalismo esportivo faleceu neste sábado, após sofrer um infarto no avião que o levava até Minas Gerais. Atualmente, ele estava trabalhando na Rede Bandeirantes. A morte do jornalista repercutiu na imprensa esportiva do país.

>>> LEIA MAIS: Narrador esportivo Luciano do Valle morre aos 66 anos

O narrador Luciano do Valle faleceu neste sábadoarquivo pessoal

Colunista do Jornal O Dia, Marcio Guedes trabalhou com Luciano do Valle na Rede Globo. Os dois eram os principais nomes da emissora para a Copa do Mundo de 1982, na Espanha. Luciano narrava e Marcio comentava as partidas da espetacular seleção brasileira, que tinha Zico, Falcão, Sócrates e tantos outros craques, que acabou sendo eliminada ao ser derrotada por 3 a 2 para a Itália, na chamada "Tragédia do Sarriá".

"Foi uma surpresa, uma perda inesperada. Eu tive uma grande experiência com ele na Copa de 82. Em parte frustrada, por causa da eliminação daquela seleção brasileira espetacular. Na época, a Globo tinha exclusividade, com grande audiência. Luciano era uma pessoa tranquila. Viajávamos de carro pelas estradas da Espanha durante o Mundial. Ele gostava de dirigir e tínhamos boas conversas de futebol com ele. Trabalhamos juntos em 1982 e 1983", disse Marcio Guedes.

O jornalista e historiador Roberto Assaf, em declaração ao Jornal O Dia, lembrou da importância de Luciano do Valle para a introdução do esporte nos canais de televisão. 

"Ele foi um homem de televisão, que teve uma importância grande, principalmemte no desenvolvimento do que se chamava, antigamente, de esporte amador. Foi ele quem praticamente deu o pontapé inicial no vôlei e começou a abrir espaço para o esporte, na tv, além de ser um ótimo narrador, um dos maiores do nosso país", declarou Assaf.

>>> FOTOGALERIA: Momentos marcantes do ícone da narração esportiva do país


Em declaração à TV Bandeirantes, o narrador Galvão Bueno disse que aprendeu muito com Luciano do Valle, lembrou da "rivalidade" pelos pontos de audiência e afirmou ser uma perda enorme para a Copa do Mundo não ter a emoção transmitida durante os jogos para o público.

"Só encontro uma frase: a televisão fica mais pobre a partir de hoje. Luciano do Valle é um marco, uma bandeira na transmissão esportiva brasileira e me orgulho em dizer que fui amigo dele por tantos anos. Como será fazer a Copa sem ter ele passando a emoção aos milhões de telespectadores dele? Vai ser difícil e complicado, momento de muita emoção e difícil hoje. Como foi bom tê-lo como amigo, referência e concorrente nesses mais de 40 anos", comentou Galvão.

Jornalistas de diferentes veículos de comunicação pestam homenagem a Luciano do ValleReprodução Internet

O jornalista Milton Neves publicou uma mensagem em seu blog exaltando a carreira de Luciano do Valle. 

"Hoje, a crônica esportiva chora. Mais um grande comunicador nos deixa. Cala-se a voz mais importante do cenário esportivo da história da televisão brasileira", comentou.

Também em seu blog, o jornalista Mauro Cezar Pereira prestou homenagem a quem tinha muito respeito e admiração.

"Fez a TV esportiva fechada dentro da televisão aberta com o Show do Esporte. O futebol internacional começou a ser visto por nós dentro da programação que ele idealizou. E além disso Luciano do Valle narrou muito. Eu sei porque ouvi. Ouvi, vibrei e sofri, como em 1982, quando o Brasil perdeu para a Itália e ficamos, todos, sem chão. Agora, não há palavras...", publicou. 

Últimas de Esporte