Por victor.abreu

Inglaterra - Arsène Wenger, treinador do Arsenal desde 1996, não teve papas na língua ao expor a sua opinião de que quando um clube não quer cumprir com as regras estabelecidas pela UEFA, no caso o fair play financeiro, ele não deveria participar de uma edição da Liga dos Campeões.

Arsène Wenger faz críticas ao comportamento do CityDivulgação

"As regras são claras. Mas você pode respeitar ou não. Se aceitar as regras estará presente na competição, mas se não aceitar fica de fora. A UEFA não quer excluir clubes da Liga dos Campeões, mas eles têm de encontrar um castigo mais sutil", afirmou Wenger

Wenger se referia ao Manchester City, que foi punido recentemente com uma multa que gira em cerca de 60 milhões de euros (R$ 183 milhões), além de só poder contar com 21 jogadores ao invés dos 25 que são habituais. Outro clube que está na mira do fair play financeiro é o Paris Saint-German. 

Você pode gostar