Por rafael.arantes

Alemanha - Campeão do campeonato nacional e da Copa da Alemanha, o Bayern de Munique teve mais uma temporada de ouro. A equipe, que chegou a assegurar o título nacional com sete rodadas de antecedencia, é vista como uma das melhores do mundo e o fato é sempre festejado dentro do clube. Em alta, o brasileiro Rafinha não abre mão de comemorar o bom momento do clube. Nem mesmo a ausência na final da Liga dos Campeões desmotiva o atleta.

Rafinha festeja momento no BayernDivulgação

“Foi uma temporada maravilhosa e conseguimos fechar com chave de ouro ganhando a Copa da Alemanha. Claro que queríamos chegar na final da Liga dos Campeões, mas é uma competição muito difícil e não é todo ano que conseguimos chegar na final. Mas no geral foi um ótimo ano, uma ótima temporada e pude jogar praticamente toda a temporada e agora vou descansar um pouco, pois o ano foi cansativo", disse.

O brasileiro também fez questão de garantir a felicidade com o momento pessoal. Titular, o lateral projeta uma evolução ainda maior no futuro: “Em termos pessoais, eu acho que foi uma ótima temporada por que joguei praticamente a temporada toda e claro é gostoso ser campeão e ser campeão jogando é melhor ainda. Consegui fazer uma temporada regular e acabou que tive o prazer e fui coroado com a chamada para a Seleção Brasileira diante da África do Sul aonde joguei a partida toda”.

Mesmo fora da lista dos 23 convocados para a Copa do Mundo, Rafinha festeja ter sido lembrado por Felipão na relação dos sete atletas suplentes. Segundo ele, o momento é o melhor da carreira.

“Também fico feliz de poder estar entre os 30 convocados para a Copa do Mundo, mas é claro que eu gostaria de estar entre os 23 jogadores. Mas de qualquer forma, eu estou muito feliz pois foi uma temporada muito proveitosa na minha carreira. Para falar a verdade, acho que estou vivendo o meu melhor momento agora com 28 anos e conquistando todos estes títulos e podendo me manter no topo do futebol europeu,” finalizou.

Você pode gostar