Por rafael.arantes

Rio - Wanderlei Silva está fora do UFC. Essa é a certeza do presidente Dana White. O mandatário garantiu em entrevista à "Fighter's Only" que o brasileiro não dará continuidade à carreira no Ultimate. A decisão, por sua vez, ocorreu após o lutador ter "fugido" dos emissários da Comissão Atlética de Nevada (NSAC) quando foi procurado para a realização dos exames para a luta contra Chael Sonnen.

"Wanderlei está fora do UFC. Logo após a conferência de imprensa do UFC 175, que aconteceu na véspera do UFC 173, em Las Vegas, membros da Comissão Atlética de Nevada foram até a academia de Wanderlei Silva para um exame antidoping surpresa. Wanderlei simplesmente fugiu deles, saindo correndo pela porta dos fundos da academia. Ele entrou em seu carro e foi embora. Depois, pelo que eu soube, entrou em um voo da Malasyan Airlines para algum lugar, e não soube mais dele", disse Dana.

Wanderlei Silva está fora do UFCReprodução Internet

Sem Wanderlei, Dana deposita as fichas em Vitor Belfort. O dirigente, no entanto, explica que é indispensável que o lutador recebe a liberação da NSAC antes da luta. A expectativa, no entanto, é positiva.

"Se você não faz os exames que lhe são pedidos pela NSAC, eles simplesmente não concedem a licença para lutar no estado. Assim que oferecemos a luta para Vitor Belfort, ele aceitou. Sonnen também aceitou. Tudo agora depende da obtenção da licença por parte de Vitor. Ele terá que fazer todos os testes e exames que a Comissão pedir, e eu acho que serão muitos. A reunião que decidirá a questão é dia 16 de junho, e eu estou confiante que Vitor conseguirá a licença", disse Dana, que garantiu Vitor disputando o cinturão caso vença Sonenn.

"Se vencer, Vitor é o próximo desafiante. Caso Sonnen vença, teremos que ver. Não posso garantir que ele dispute o título, mas será uma vitória imensa para ele. Se Vitor não receber a licença para lutar, a luta entre ele e SOnnen será retirada do card do UFC 175".

Você pode gostar