Conte deixa comando da Juventus e vira o favorito para assumir seleção da Itália

Técnico pede demissão do time de Turim por causa da postura dos dirigentes quanto à contratações e é mencionado como um dos nomes fortes para treinar a Squadra Azzurra

Por O Dia

Itália - Campeão italiano com a Juventus nas últimas três temporadas, o técnico Antonio Conte não está mais no comando da equipe. A decisão de encerrar o contrato foi tomada em comum acordo entre as partes, de acordo com o que ele mesmo disse ao site do clube.

Antonio Conte anunciou nesta terça-feira que não segue no comando da Juventus para a próxima temporadaEfe

"Com o passar do tempo, esse sentimento (de sair do clube) cresceu em mim, e eu tive algumas percepções que me levaram a essa decisão. Estou pensando apenas no presente e na decisão que tomei", comentou.

A saída do treinador acontece apenas um dia depois de o elenco da Juventus iniciar os trabalhos de preparação para a próxima temporada. De acordo com o jornal italiano Gazzetta dello Sport, Conte e a direção do clube não conseguiam chegar a um acordo sobre qual postura deveria ser tomada no período de transferências do futebol europeu.

Livre no mercado, Conte acaba se tornando o favorito a assumir a seleção italiana, que está sem um comandante desde que Cesare Prandelli pediu demissão, logo após a eliminação do país ainda na primeira fase da Copa do Mundo. Qualquer definição neste sentido, porém, não deverá acontecer enquanto a federação da Itália não tiver um novo presidente.

Para assumir a Juventus, dois nomes que aparecem como possibilidades são os de Massimiliano Allegri, ex-Milan, e Roberto Mancini, ex-Galatasaray.

Últimas de Esporte