Ex-árbitro Armando Marques morre aos 84 anos

Marques foi um dos principais juízes do futebol brasileiro

Por O Dia

Armando Marques morreu aos 84 anosEduardo Hutter/ Arquivo O Dia

Rio - Morreu na madrugada desta quinta-feira, no Rio de Janeiro, o ex-árbitro Armando Marques, aos 84 anos. Segundo informações da assessoria de comunicação da Secretaria de Saúde do Município do Rio, Marques deu entrada no CER Leblon (Coordenação de emergência regional) com um quadro muito grave de insuficiência renal e não conseguiu resistir.

O ex-árbitro e ex-presidente da Comissão Nacional de Arbitragem foi um dos principais árbitros da história do Brasil, tendo apitado 12 finais de Campeonatos Brasileiros e outras tantas de estaduais. Foram, ao todo, 13 anos conduzindo partidas de futebol.

Ele esteve em duas Copas do Mundo: 1966 na Inglaterra e 1974 na Alemanha. Em 1972, Marques apitou o jogo inaugural do Estádio Olímpico de Munique, um amistoso entre a seleção da Alemanha Ocidental e a União Soviética.

Sua carreira foi marcada por polêmicas e erros históricos. O mais conhecido foi na final do Campeonato Paulista de 1973, quando Santos e Portuguesa decidiam o título em cobrança de pênaltis.

Armando Marques encerrou a decisão quando o Santos vencia por 2 a 0, e a Portuguesa ainda tinha chances de reverter a vantagem alvinegra nas cobranças. Por conta do termino precipitado, a Federação Paulista precisou declarar as duas equipes como campeães naquele ano.

Em 2005, quando comandava a Comissão Nacional de Arbitragem, não resistiu à crise na entidade por conta das denúncias sobre manipulação de resultados no Campeonato Brasileiro daquele ano, caso conhecido como 'Máfia do Apito'. 

Últimas de Esporte