Iscas e anzóis: Essa seleção não faz feio: deita e rola

Durante o Mundial, vários peixes foram fisgados no Rio

Por O Dia

Rio - Enquanto Felipão ferrava os brasileiros ao perder de forma vexatória e impor a pior humilhação da história da Seleção em Copas, com nossos craques da vara e molinete não teve mimimi. A galera brilhou ao fisgar bitelões durante o Mundial e agora, na volta da coluna, tira onda, como Wagner Moreira da Silva, ao deitar e rolar com cherne de 157kg e 1,72m que ele tirou em pesca oceânica. À proeza de Wagner, somam-se as dos campeões da fotogaleria de hoje, com peixões no novo ‘padrão Alemão’. Divirtam-se e boas pescarias!

CONDIÇÕES DO TEMPO

Ventos de sudoeste deixam tempo instável no fim de semana no Rio e mar agitado. As águas, porém, estão mornas a 22 graus. De Lua Minguante, maior variação hoje é de maré alta a 1.0m, às 6h, e baixa, a 0.4m, às 13h.

DICAS DE PEIXES

Mestre Canarinho:

(99953-8100).

As iscas são camarão e lula: Quebra Mar da Barra — corvina, carapeba e pampinho; Cagarras — marimbá, xerelete e piranjica; Gragoatá/Boa Viagem — corvina, xerelete e espadinha; Ilhas Pai e Mãe — xerelete, corvina, goete e espadinha.

Carlinhos Piraúna:

Para pesca desembarcada: Copacabana (Posto 4) — corvinota, papa-terra e riscadinho; Arpoador — xerelete (dia), olho-de-cão (noite); Praia do Diabo — galhudo, papa-terra e riscadinho; Leme — xerelete, marimbá e piranjica; Flamengo (Porcão) — xerelete e riscadinho.

Gilberto Ohoishi:

(22)-99839-6442 Para pesca embarcada: em Arraial do Cabo, na Praia Grande — olho-de-cão, pargo, peruá, corvina, xerelete, cavalinha e anchoveta; na Ponta do Focinho — maria-mole, castanha, goete, abrótea e lanceta; na Boca da Barra — espada e cavalinha; na Ponta da Prainha — cavalinha, xerelete, goete e pescadinha; em Cabo Frio Ilhas dos Papagaios e Breu — olho-de-cão, pargo, xerelete, cavalinha e pescadinha.

Últimas de Esporte