Zico se retira da disputa pelo cargo de treinador da seleção brasileira

Galinho usou uma rede social para anunciar que não gostaria de ser o novo técnico, depois que ficou sabendo que era um dos favoritos em uma pesquisa de opinião pública

Por O Dia

Zico não pretende ser técnico da SeleçãoMárcio Mercante / Agência O Dia

Rio - Zico ficou em segundo lugar em uma pesquisa realizada pelo Datafolha, que perguntava ao entrevistado quem ele acha que deveria ser o novo treinador da seleção brasileira. Depois de saber da preferência do povo, o Galinho comentou o resultado e se colocou fora da disputa pelo cargo de técnico.

LEIA MAIS: Basquete, vôlei, tênis e muito mais: acompanhe os esportes olímpicos

“Tomei conhecimento há pouco de uma pesquisa nacional que me coloca como o segundo na preferência do torcedor para assumir a Seleção. Agradeço a confiança e o carinho de todas essas pessoas que acreditam em mim, mas mantenho minha posição de que, por não treinar equipes brasileiras, não me candidataria ao cargo de treinador da Seleção”, declarou por meio de sua conta no Facebook.

A pesquisa realizada entre os dias 15 e 16 julho, elegeu Tite como o favorito com 24% da preferência. Zico, em segundo, ficou com 19%. Muricy Ramalho foi o terceiro, com 14%.

Quando questionados se o novo treinador deveria ser um estrangeiro, 68% dos entrevistados pediram que ele fosse brasileiro.

Últimas de Esporte