Ebola faz Confederação Africana mudar jogos das eliminatórias da Copa das Nações

Cerca de duas mil pessoas já foram infectados pelo vírus no continente

Por O Dia

Centro de tratamento para vítimas de ebola em Serra LeoaReuters

Egito - A Confederação Africana de Futebol (CAF) solicitou que as federações de Guiné, Libéria e Serra Leoa procurassem 'campos neutro' para evitar que os jogadores fossem expostos ao vírus Ebola.

LEIA MAIS: Confira notícias e bastidores do Futebol Internacional

Estas seleções vão participar das eliminatórias da Copa das Nações Africanas de 2015, e o pedido partiu dos seus adversários na competição.

“A CAF manterá todas as partidas dentro do continente, exceto em Guiné, Serra Leoa e Libéria, onde a doença Ebola registrou um número recorde de infecções”, diz a nota emitida pela entidade.

As federações impedidas de atuar em casa já estariam negociando com países vizinhos para receber seus jogos. A Nigéria é outra que, em breve, pode perder o direito de entrar em campo em seus domínios.

O vírus Ebola já infectou cerca de duas mil pessoas nos três países e causou a morte de 373 cidadãos na Guiné, 323 na Libéria e 315 em Serra Leoa.

Últimas de Esporte