Com salários atrasados, Lucas entra na Justiça contra o Botafogo e pode sair

No clube desde 2011, lateral quer a rescisão de seu contrato

Por O Dia

Rio - O atraso de salários no Botafogo pode resultar na saída de atletas do time. Insatisfeito com a situação, o lateral-direito Lucas acionou o clube carioca na Justiça nesta terça-feira pedindo a rescisão unilateral de seu contrato.

Lucas tenta rescindir com o BotafogoDivulgação

"São quatro anos de Botafogo. Cheguei a recusar propostas, como a do Sevilla, no ano passado, para ficar aqui e buscar outros títulos com o clube, pelo qual sempre tive um enorme carinho. Mas a situação chegou a um ponto insustentável, é triste demais. Beira ao caos. Já não tinha mais cabeça para ajudar o Botafogo, não conseguia me concentrar nos treinos. E não tem como não levarmos esses problemas do trabalho para casa. Já estava vivendo um drama familiar e, por isso, tomei essa decisão de entrar na Justiça por sofrer essa pressão", disse Lucas, por meio de uma nota divulgada por sua assessoria de imprensa.

Além de salário atrasados, o lateral-direito cobra o pagamento de FGTS, que, segundo Lucas, não é recolhido desde 2011. 

O lateral é o primeiro jogador a entrar na Justiça desde de que o Botafogo começou a não cumprir com os compromissos financeiros. O clube chegou a atrasar três meses de salários e seis de imagem.

Na última semana, o Alvinegro recebeu uma verba de torcedores ilustres que seria destinada para quitar pelo menos um mês de vencimentos atrasados. 

Como já fez mais de sete jogos no Brasileiro, Lucas, se conseguir sair do Botafogo, não poderá jogar o torneio por outro clube. As opções seriam Série B e ir para o exterior.

Últimas de Esporte