Corte de Maicon provoca uma ferida na seleção brasileira

Boato sobre dispensa do lateral respinga em Elias

Por O Dia

Estados Unidos - A decisão da comissão técnica da Seleção de não divulgar o motivo do corte de Maicon provocou uma avalanche de versões na Internet, e o volante Elias foi o maior prejudicado. Um dos boatos dizia que o jogador do Corinthians teria sido flagrado tendo relações com o lateral da Roma no hotel da Seleção. O silêncio sobre o caso desagradou aos jogadores, que cobram internamente posição oficial que esclareça o afastamento de Maicon.

Maicon foi cortado da seleção brasileira por indisciplinaDivulgação

“Isso envolveu meu nome, é muito ruim as pessoas acreditarem numa bobagem dessas. Não sou contra homossexuais, que fique bem claro, mas eu não sou. Essas pessoas vão ter que pagar até o final. Meu pai e meus advogados estão vendo isso e vamos entrar com uma ação na Justiça”, afirmou Elias.

“Fiquei surpreso, primeiro dei risada, minha mulher também não deu muita bola. Mas depois as coisas tomaram uma proporção que tivemos que agir da única forma que temos. Não sou homofóbico”, completou Elias.

O capitão Neymar rebateu as especulações que surgiram para explicar o corte de Maicon: “Quem tem boca fala o que quer. Já inventaram um monte de coisas sobre a minha vida, sobre um monte de gente aqui. Tem jornalistas que são mal-informados e acabam colocando matérias que não são verdade, que acabam prejudicando a imagem de um jogador.”

Maicon foi desligado da delegação brasileira no domingo. Inicialmente, o diretor de Seleções, Gilmar Rinaldi, disse que se tratava de um problema interno e pediu que os jornalistas não fizessem perguntas sobre o assunto para os outros jogadores. Depois, ele afirmou que se tratava de um caso de indisciplina.

Segundo o jornal italiano "Gazzetta dello Sport", o motivo do corte foi o atraso na reapresentação depois da folga de sábado, em Miami, onde o Brasil derrotou a Colômbia, na sexta-feira. O prazo permitido pela comissão técnica era 20h (local) da noite de sábado, mas o lateral só teria aparecido no hotel por volta das 7h (local) de domingo.

Brasil encara o Equador

No segundo amistoso da era Dunga, nesta terça-feira, às 22h (de Brasília), contra o Equador, em Nova Jersey, a seleção brasileira terá Danilo na lateral direita e Marquinhos, na zaga. Essas serão as alterações na equipe que derrotou a Colômbia por 1 a 0, na sexta-feira, em Miami, já que Maicon foi cortado e David Luiz se recupera de lesão.

No treino desta segunda-feira, em Nova Jersey, o técnico Dunga escalou o time titular com Jefferson, Danilo, Miranda, Marquinhos e Filipe Luís; Luiz Gustavo, Ramires, Willian e Oscar; Neymar e Diego Tardelli.

Para a vaga de Maicon, Dunga chamou o lateral-direito Fabinho, do Monaco, que estava com a seleção brasileira sub-21 no Catar.

Últimas de Esporte