Marcelinho Huertas diz que Sérvia vem crescendo e alerta sobre altos e baixos

Armador afirma que espera jogo difícil para a seleção brasileira nas quartas de final da Copa do Mundo de Basquete

Por O Dia

Espanha - O armador Marcelinho Huertas afirmou nesta terça-feira que a Sérvia, rival da seleção brasileira no duelo das quartas de final do Campeonato Mundial de basquete, tem melhorado de nível ao longo do torneio.

Marcelinho Huertas garantiu atenção maior durante o segundo jogo contra a SérviaDivulgação

"Estamos muito motivados, mas sabemos que temos um rival muito duro, que dentro da competição melhorou, sobretudo os jogadores de peso", disse o atleta, depois do treino realizado no Palácio dos Esportes, em Madri.

Anderson Varejão posta foto antiga ao lado de Raulzinho quando criança

Huertas destacou o armador Milos Teodosic, que está "chamando o protagonismo para si" nos últimos duelos, e também os alas Bogdan Bogdanovic e Nemanja Bjelica, além dos pivôs Nenad Krstic e Miroslav Raduljica.

"A confiança deles melhorou. Nos preocupam muito porque têm bom aproveitamento e talento, assim como podem mudar o ritmo do jogo", disse o jogador do Barcelona, se referindo especificamente a Teodosic e Bogdanovic.

Os brasileiros já venceram os sérvios neste Mundial, em duelo válido pela fase de grupos. O placar de 81 a 73 foi selado após um susto, em que os comandados de Ruben Magnano permitiram que uma diferença de 18 pontos fosse perdida no terceiro quarto.

LEIA MAIS: Basquete, vôlei, tênis e muito mais: acompanhe os esportes olímpicos

"Foi um jogo pouco comum. Tivemos uma diminuiçção grande de ritmo e permitimos que virassem (o placar) muito rapidamente, ficando sete pontos na frente. No fim, tivemos que virar para ganhar um jogo um pouco louco. Não podemos ter tantos altos e baixos na mesma partida", avaliou o armador.

Para superar os sérvios, Huertas garante que o Brasil precisa de uma defesa rápidas. O objetivo no jogo é impedir que o adversário emplaque sequências de cestas, como aconteceu no encontro anterior.

Últimas de Esporte