Chris Bosh e Shawn Marion vivem expectativa por jogo da NBA no Rio

Atletas de Cleveland Cavaliers e Miami Heat se enfrentam no dia 11 de outubro, na HSBC Arena, pelo NBA Global Games

Por O Dia

Rio - Pelo segundo ano consecutivo um jogo de pré-temporada da NBA será realizado no Rio de Janeiro. Desta vez Miami Heat e Cleveland Cavaliers se enfrentam na HSBC Arena, no dia 11 de outubro, às 18h. A caminho do Brasil pela primeira vez, Bosh admitiu que está ansioso para conhecer o País.

"Nunca estive no Brasil, e estou muito ansioso para conhecer o país, o povo e a sua cultura. Sei que a torcida brasileira gosta muito de basquete e será muito bom me conectar com os torcedores e poder apresentar nosso melhor basquete.", afirmou o ala-pivô do Miami Heat em videoconferência para promover o jogo. 

Já Shawn Marion virá ao Brasil pela segunda vez (já esteve em solo brasileiro em 2009). Ele promove o principal atrativo do jogo: "Eu amo o Rio, é uma das minhas cidades favoritas na América do Sul. Minha experiência favorita foi subir para ver a estátua do Cristo Redentor. Não acredito que haja muito tempo para nos divertirmos dessa vez, mas será excelente", disse.

Shawn Marion%2C de 36 anos%2C afirmou que ir para Cleveland é a sua chance de conquistar mais um títuloEfe

De novo time após sair do Dallas, Marion admitiu que a possibilidade de jogar ao lado de LeBron James foi fator decisivo na hora de escolher ir para Cleveland: "O grande motivo pelo qual vim a Cleveland é porque LeBron está aqui. Ele voltou para jogar em casa e muitos de nós viemos juntos para essa missão de conquistar o campeonato. Achei que aqui eu teria a melhor condição de perseguir essa minha meta de ser campeão de novo", revelou Marion campeão da NBA em 2011 pelos Marvericks, que admitiu que o grupo de jogadores da equipe de Ohio sofrerá forte pressão para conquistar o mais rapidamente possível o título inédito da liga.

"Temos quatro ou cinco jogadores que já ganharam o campeonato. Somos os mais velhos e já estivemos no topo, sabemos como é. Queremos ajudar e deixar claro que é uma missão difícil. Você precisar dar pequenos passos, em uma batalha dura. Haverá altos e baixos e teremos que manter o foco."

Com a saída de LeBron James do Miami Heat para voltar a Cleveland, Chris Bosh acabou tornando-se o principal jogador da franquia da Flórida. Com ofertas de outras equipes, o ala-pivô revelou por que preferiu continuar no time: "Eu senti que mesmo com a saída do LeBron iríamos ter um bom time que vai brigar muito pra se manter no topo, eu me sinto muito confortável nesta cidade, com os fãs, a organização da franquia. Então foi uma decisão muito fácil para mim já que aqui é a minha segunda casa, onde sempre estive feliz e confortável nesses quatro anos e quero continuar escrevendo minha história com este grupo e outro fator também foi o bom contrato que me ofereceram e a segurança de poder ter um papel importante, como líder do elenco, então eu não tinha como recusar", revelou.

Com a saída de LeBron James%2C Chris Bosh será o principal jogador do Miami Heat nesta temporadaUSA Today Sports

Após quatro finais seguidas e dois títulos, Bosh admitiu que será muito difícil manter o nível das últimas temporadas e disse que a equipe do Miami Heat não pensa em brigar por uma nova conquista neste ano:

"Estamos começando um trabalho e ainda temos coisas para ajustar, melhorar para a temporada. Para adquirir um perfeito entrosamento sempre leva algum tempo, mas somos um time bastante competitivo, vamos jogar como um grupo e fazer o nosso melhor. Não temos que ficar pensando que precisamos ganhar ou conquistar o título. Se fizermos o que estamos acostumados a fazer, e mostrarmos o mesmo jogo da temporada passada, vamos chegar aos playoffs."

Campeão olímpico em 2008 com a seleção americana em Pequim, Bosh contou sobre sua experiência nos Jogos e revelou que virá ao Rio em 2016, mas somente como espectador: "Foi espetacular, com certeza uma das melhores experiências da minha vida. Jogar pelo meu país, jogar em frente a fãs apaixonados como são chineses. O espírito olímpico é fantástico. Eu sei que o Rio irá realizar um evento maravilhoso, mas em 2016 espero estar aqui como espectador. Minha família é muito exigente e eu não jogo mais durante o verão (férias da NBA) e aproveito esse tempo para curtir meus filhos, vê-los crescer e me divertir com a minha família."

Reportagem de Edsel Britto

 

Últimas de Esporte