'Nem Cristiano Ronaldo, nem Messi. O melhor do mundo sou eu', brinca Figo

Vencedor da Bola de Ouro da Fifa em 2001, ex-jogador diz que os dois são muito bons e revela queria tê-los em sua equipe

Por O Dia

Panamá - Eleito o melhor do mundo em 2001, quando atuava pelo Real Madrid, o ex-jogador Luis Figo está no Panamá, onde vai participar de uma partida beneficente com atletas já aposentados, como o holandês Patrick Kluivert e o chileno Iván Zamorano. Durante a coletiva de imprensa, o português brincou quando foi questionado sobre quem seria o maior craque de futebol atualmente: Cristiano Ronaldo ou Messi.

Antes do Superclássico das Américas, Neymar elogia Messi: 'É o melhor'

Figo se esquiva da pergunta sobre quem é o melhor jogador do mundo atualmenteReuters

"Nem um, nem outro. O melhor do mundo sou eu (risos). Assim, não me comprometo. Mas gostaria de ter os dois na minha equipe", brincou o ex-jogador de 41 anos.

Cristiano Ronaldo admite rivalidade com Messi: 'Resta continuar sendo o melhor'

Quando falou sério, o antigo camisa 7 e capitão da seleção de Portugal voltou a se esquivar sobre quem seria o melhor. Figo acredita que, se escolher um, podem achar que não acha o outro bom.

"Entre os dois melhores jogadores do mundo não se pode escolher. É muito complicado, pois sempre que se escolhe um em detrimento ao outro não é bom e essa não é a realidade. Por isso, prefiro não escolher porque os dois são muito bons", concluiu.

Figo se aposentou em 2009, quando jogava pela Inter de Milão. O português, que teve começou a carreira no Sporting e passou por Barcelona e Real Madrid, jogou com Cristiano Ronaldo na seleção. Ao lado do gajo, ele ficou com a medalha de prata da Eurocopa de 2004 e com o quarto lugar da Copa do Mundo de 2006, na Alemanha. 

Últimas de Esporte