Marussia não disputará GP dos Estados Unidos por problemas financeiros

Escuderia está sob nova administração e ainda não há certeza se disputará as duas últimas provas do campeonato

Por edsel.britto

Rio - A Marussia confirmou nesta segunda-feira que não participará, por causa de problemas financeiros, do Grande Prêmio dos Estados Unidos de Fórmula 1, que será disputado neste fim de semana, no circuito de Austin, no Texas. A grave crise que atingiu à escuderia, fez com que esta passasse para administração da consultoria FRP Advisory LLP.

Um dos novos responsáveis pela Marussia, Geoff Rowley, explicou em comunicado a situação. "Com o atual proprietário incapaz de apresentar o nível de financiamento requerido, trabalhamos sem descanso para trazer novos investimentos mas infelizmente foi impossível fazê-lo a tempo. Não houve mais remédio que colocar a companhia sob administração judicial", disse.

Por problemas financeiros%2C Marussia não disputará o próximo GP dos Estados UnidosDivulgação

"Após Austin ainda haverá duas corridas do Mundial, em São Paulo e Abu Dhabi, e a participação da equipe nelas dependerá do processo de administração e das negociações entre as partes, em uma opção de reduzidas possibilidades", completou. Com a baixa da Marussia e a saída da Caterham, por motivos similares, o grid de largada do GP dos Estados Unidos terá apenas 18 carros.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia