Por bernardo.argento

Estados Unidos - O britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, emplacou a quinta vitória consecutiva no Campeonato Mundial de Fórmula 1, ao terminar em primeiro lugar no Grande Prêmio dos Estados Unidos, neste domingo, no circuito de Austin, em passo importante para garantir o título da temporada. O líder da classificação de pilotos, que largou na segunda colocação e superou o companheiro de equipe, o alemão Nico Rosberg, com ultrapassagem na volta 33, aumentou a vantagem para 24 pontos. O campeão de 2008 está agora com 316 pontos, contra 292 do outro piloto da Mercedes. O pódio do Grande Prêmio dos Estados Unidos foi completado pelo australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull, que levou a melhor em disputa com Felipe Massa, da Williams. O brasileiro, ultrapassado pelo rival na volta 33, até andou melhor no fim da prova, mas não conseguiu superar o terceiro colocado no Mundial. Na quinta colocação ficou o finlandês Valteri Bottas, companheiro de equipe de Massa. O espanhol Fernando Alonso, da Ferrari, o alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, o dinamarquês Kevin Magnussen, da Mclaren, o francês Jean-Éric Vergne, da Toro Rosso, e o venezuelano Pastor Maldonado, da Lotus, completaram o 'top-10'.

Hamilton venceu o GP dos Estados UnidosReuters

A prova de hoje foi a primeira da temporada em que apenas 18 carros participaram das atividades do fim de semana, já que Caterham e Marussia alegaram problemas financeiros e não embarcaram. Lotus, Sauber e Force India, que ameaçaram boicotar a provar pelo mesmo motivo, correram normalmente. O Grande Prêmio dos Estados Unidos começou muito movimentado, com Rosberg se segurando na largada para manter a liderança, diante do ataque de Hamilton, e Massa ganhando a posição de Bottas, com ultrapassagem logo na primeira curva. Logo na volta 2, o safet car entrou na pista, devido colisão entre o alemão Adrian Sutil, da Sauber, e o mexicano Sérgio Pérez, da Force India. No incidente, por pouco Raikkonen também não fica fora da prova.

A prova seguiu em bandeira amarela por duas voltas, e depois da relargada, que não teve alterações significativas de posição, o ritmo do GP esfriou bastante. Apenas na volta 15, Ricciardo conseguiu tomar a quarta posição de Bottas, após parada nos boxes dos dois. Na volta 24, foi a vez de Hamilton saltar para a primeira colocação, com ultrapassagem na pista sobre Rosberg. Na volta 1, ou seja, fora da zona de DRS, o britânico mostrou ousadia, quase empurrou o companheiro para fora da pista e tomou a ponta. Felipe Massa, que vinha virando mais rápido que os dois primeiros colocados, mas um erro da Williams em sua parada nos boxes na volta 33 custou a terceira colocação, já que o brasileiro acabou ultrapassado por Ricciardo.

Nas voltas finais, Hamilton conseguiu administrar a liderança, e apesar do melhor rendimento de Rosberg em alguns momentos, conseguiu se segurar na ponta até o fim sem ser atacado pelo único rival restante na luta pelo título. O próximo compromisso na temporada 2014 de Fórmula 1 é o Grande Prêmio do Brasil, que será disputado no próximo fim de semana, no circuito de Interlagos, em São Paulo. Nela, mesmo que vença a prova, o líder do Mundial não poderá se sagrar campeão. Se vencer e Rosberg não pontuar, o britânico poderá chegar a 49 pontos de vantagem, deixando o alemão com remotas chances de levantar a taça, pois na corrida final, o GP de Abu Dhabi terá pontuação dobrada e 50 pontos estarão em disputa.

Você pode gostar