Por bernardo.argento

Rio - O clima em São Januário antes da eleição marcada para o dia 11 novembro continua quente. Neste domingo, o ex-candidato Nelson Rocha divulgou um comunicado declarando apoio a Julio Brant, da chapa "Sempre Vasco".

Julio Brant também é apoiado por EdmundoReprodução Internet

Confira o comunicado na íntegra:

"Nossa trajetória e as principais bandeiras que levantamos durante a campanha eleitoral podem ser resumidas em três pontos:

1 – Contra a volta do passado arrogante, prepotente e sorrateiro e contra a manutenção do presente (omisso e apático);

2 – Contra o chamado “Mensalão Vascaíno” ou qualquer outra prática que sob o pretexto de obter vantagens de qualquer nível valha-se de meios e métodos estranhos a moral, a ética e a honradez vascaína,

3 – Por uma gestão profissional e competente que aplique as medidas necessárias para o saneamento do clube e leve de novo o Vasco ao pódio do cenário nacional e internacional do futebol e à vanguarda do tripé cidadania-esporte-sustentabilidade.

Coerentes com os pontos acima e destacando o estabelecido pelo Manifesto pela Unidade no Campo da Ética, da Moral e da Honradez Vascaína, lançado publicamente pelo Movimento VIRA VASCO em abril de 2014: Anunciamos a retirada de nossa candidatura e o chamado ao apoio e ao voto na chapa Sempre Vasco, encabeçada pelo candidato Júlio Brant.

Sou um homem de palavra e de respeito às decisões coletivas. Nunca pensei em usar o Vasco para nada. Ao contrário, sempre fiz de minha vida vascaína uma ação voluntária sem exigências ao clube que amo de todo o coração. Aceitei o chamado
para ser candidato da chapa VIRA VASCO, porque um grande número de vascaínos e vascaínas via em meu nome a representação da experiência, compromisso e competência, que o Vasco tanto necessita.

O Movimento Vira Vasco, deixa de disputar a eleição, mas não deixa de lutar pelas propostas por um Vasco sanado, ético, sustentável e vitorioso dentro e fora dos campos. Para tanto as nossas propostas, tidas por muitos como as mais consistentes, estão à disposição da chapa Sempre Vasco para utilizá-las, se julgar conveniente.

Podemos dizer que já somos vitoriosos. Foi a “Notícia Crime” impulsionada pelo Movimento Vira Vasco no MP e a vitoriosa demanda judicial que permitiu os desdobramentos que conduziram ao adiamento das eleições marcadas para 6 de agosto e ao recadastramento que, ainda que represente um avanço em relação ao que se tinha até então, infelizmente, pelas forma como foi conduzido, ainda está longe de representar com segurança o propósito para o qual foi estabelecido.

Sou fundador do Movimento Vira Vasco e a ele me dedicarei com o objetivo de construir um bastião de resistência a qualquer possibilidade de desmandos no Vasco. A retirada de nossa candidatura e o chamado ao apoio à chapa Sempre Vasco é um símbolo de nossa coerência e de nosso amor ao Vasco. Não participaremos de nenhum cargo na diretoria administrativa nem em outros poderes que não seja o Conselho Deliberativo, através de grandes vascaínos da nossa chapa. De agora até as eleições de 11 de novembro o Movimento VIRA VASCO estará na campanha da Chapa Sempre Vasco para que seja vitoriosa."

Você pode gostar