Por victor.abreu

São Paulo - A 'aposentadoria' de Wanderlei Silva pode estar com os dias contados. O Cachorro Louco estava presente no evento XFC Internacional, que ocorreu no último sábado, em São Paulo, e ao ser questionado pelas declarações de um de seus rivais no MMA, Chael Sonnen, Wand não pensou duas vezes e disparou contra o americano.

LEIA MAIS: Notícias, lutas e bastidores: tudo do mundo do MMA

Wanderlei posa ao lado do presidente do XFC%2C Myron Molotky. O brasileiro trabalhou como comentarista na sétima edição do eventoDivulgação

"Nesse momento estou sim (aposentado), mas nunca se sabe né? Se ele aceitar, por que não? Estou aqui. Vem que tem", disse Wanderlei, em entrevista para a 'Rede TV'.

O presidente do XFC, Myron Molotky, estava presente e ouviu o desafio de Wanderlei Silva. Empolgado, o dirigente colocou o seu evento à disposição do combate.

"Acha uma boa, Wanderlei? Gostaria que fizesse essa despedida aqui na nossa organização, já que (você) se trata de um dos maiores que já estiveram na história do MMA", disse o presidente do XFC.

Aposentado desde setembro, Wanderlei Silva e Chael Sonnen protagonizaram uma das maiores rivalidades do TUF Brasil. O fim da carreira do Cachorro Louco começou quando ele se negou a fazer um exame antidoping surpresa. Desde então, o atleta foi multado e teve sua licença de lutador caçada pela Comissão Atlética de Nevada.

Recentemente, o veterano Phil Baroni disse que recebeu um e-mail oferecendo uma luta contra Wanderlei Silva, no ano novo, no Japão. O americano não soube dizer se a mensagem era legítima.

Como os eventos japoneses não possuem ligações com as comissões atléticas dos Estados Unidos, que além do país costumam ser seguidas no Canadá, Brasil e Reino Unido, Wanderlei pode retornar ao local onde brilhou no extinto Pride.

Você pode gostar