Bruno Caboclo sobre estreia na NBA: 'Foi boa, mas poderia ter sido melhor'

Ala entrou em quadra no dia 21 de novembro pelo Toronto Raptors contra o Milwaukee Bucks, atuando por 12 minutos

Por O Dia

Toronto - Aos 19 anos, Bruno Caboclo pôde realizar o sonho de qualquer garoto que joga basquete: participar de uma partida oficial da NBA. A conquista do brasileiro aconteceu no último dia 21 de novembro, quando o ala atuou por 12 minutos na vitória do Toronto Raptors sobre o Miluwakee Bucks por 124 a 82. Na ocasião, Caboclo marcou oito pontos, além de apanhar um rebote e dar um toco. A rápida aparição do jogador foi o suficiente para levantar a torcida canadense que gritou seu nome durante a partida.

"Foi boa, mas poderia ter sido melhor. Estava um pouco travado, não estava à vontade na quadra devido ao emocional da situação. Foi sim. Jogo em casa, torcida a favor, ganhamos a partida. Todos os ingredientes para uma boa estreia. Quando o técnico me chamou, pensei, é agora. Só me concentrava para fazer tudo certo", afirmou Bruno em entrevista ao site da Confederação Brasileira de Basquete (CBB).

Mesmo só tendo atuado em um jogo na Liga, Caboclo já virou uma espécie de xodó para a torcida do Toronto que sempre pedem a entrada do jogador nas partidas em casa. Feliz pelo reconhecimento dos fãs, Bruno prefere manter os pés no chão para não se contagiar pelo clima dos torcedores.

"Eu já vinha sentindo este calor da torcida desde o início da pré-temporada, mas da forma com que eles se comportaram naquele momento, quando entrei no jogo, foi inesperado, incrível. Não me deixo contaminar pela empolgação. Aprendi que é assim mesmo, tudo aqui é muito intenso. Continuo meu trabalho, no dia seguinte a batalha continua e tem novos desafios pela frente. O que você fez ontem já não é o suficiente amanhã. Vamos pra cima deles", disse.

Bruno Caboclo gostou de sua estreia na NBA e agora quer evoluir ainda mais ainda o seu jogoReprodução Twitter

Feliz por já fazer parte de um time da NBA, Bruno revelou que o projeto previsto pelo Pinheiros era que o ala participasse do draft apenas em 2015. Por isso, ter sido selecionado na 20ª posição deste ano surpreendeu o jogador.

"O projeto inicial era estar pronto para o Draft de 2015. Fazia parte do projeto de desenvolvimento de jovens talentos do Esporte Clube Pinheiros, em São Paulo, vinha me preparando para este momento. Por uma questão de oportunidade, o projeto foi antecipado em um ano. Agora faço parte de um projeto de desenvolvimento aqui nos Raptors", revelou.

O jogador também contou que sua rotina de treinos e exercícios tem sido pesadas para que ele consiga se adaptar o mais rápido possível ao ritmo da liga e posa se integrar com os seus companheiros. O ala revelou que chega a fazer atividade em até três períodos por dia. Além da quadra, Bruno também tem tentando se dedicar aos estudos da língua inglesa.

"Temos três situações: dia de jogo, dia de viagem e dia de descanso. Normalmente treino três vezes por dia, manhã, tarde e noite. Em função dos treinos específicos, chego ao ginásio uma hora e meia antes que todos os outros jogadores e vou embora uma hora depois que termina o treino coletivo. Por não estar ainda jogando regularmente, minha rotina é diferente dos demais. Quando temos viagem ou jogo, naquele dia específico, a carga de treinamentos fica reduzida a dois períodos. Estudo sim, inglês, com uma professora particular. Tenho uma carga horária de 15 horas mensais e acomodo as aulas nos períodos em que tenho um tempo livre. Às vezes, a professora me dá aula por Skype para otimizar o meu tempo. Já até me viro bem."

Além de realizar o sonho de jogar na NBA, Caboclo também já pensa em atuar com a camisa da seleção brasileira, principalmente nas Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro. O ala garante que já está se preparando para poder corresponder quando a hora chegar.

"Olha, estou trabalhando muito para isso. A Seleção Brasileira não é somente um objetivo meu, mas um sonho também. Estou me preparando muito para este momento. Quando chegar a hora, espero estar pronto para defender o Brasil."

Últimas de Esporte