Pesca em caiaque ganha o Rio

Modalidade já tem mais de mil adeptos

Por O Dia

Rio - Assim como o stand-up (prancha a remo), a pesca em caiaque promete ser a sensação neste verão. Só no Rio, a modalidade já tem mais de mil adeptos e não para de crescer. No caiaque você pratica atividade física, não polui o ambiente e curte a vista privilegiada da cidade do ponto mais refrescante. Além do que, em águas tranquilas e mais profundas, pode fisgar o peixão tão desejado.

Foi o caso do empresário Vinícius Lemos, 30 anos. Pescador amador de barcos a motor, experimentou o caiaque e não deu outra. De cara, sentiu a adrenalina ao fisgar esta bela pescada-amarela, com isca artificial, na boca da barra na Baía.

Vinícius Lemos fisgou pescada-amarelaReprodução Internet

“Fui puxado uns dez metros pelo peixe. A briga durou uns 40 minutos. Tive ajuda de um amigo em outro caiaque. O tipo de pesca superou todas as minhas expectativas”, exaltou. Mas há três regras a obedecer no caiaque: sair com mar baixo e acompanhado por um ou mais caiaqueiros; checar as condições do tempo, suspendendo a pesca em caso de previsão de virada com sudoeste; e ter na tralha um colete salva-vida.

Victor Bastos, com a filha Lavínia, 6 anos, fisgou na Prainha de Barra de São João um robalão, com isca artificial; João Paulo Amaral Ventura: robalo, na isca artificial, em pesca de caiaque em Itacuruçá.

DICAS DE PEIXES

Metre Canarinho

(99953-8100), iscas são camarão e lula: Quebra Mar da Barra — corvinota, marinbá, enxoveta e xerelete; Cagarras — parguinho, pescadinha, tira-e-vira e corvina; Gragoatá/Boa Viagem — corvina, papa-terra, guaibira e carapicu; Ilhas Pai e Mãe — pescadinha, corvina, papa-terra e tira-e-vira.

Carlinhos Piraúna

Arpoador — espada,olho-de-cão e lula (noite); Praia de Copacabana (Posto 5) — papa-terra e riscadinho (noite); Leme — espada olho-de-cão e lula (noite); Pista Claudio Coutinho — marimbá (dia), olho-de- cão (noite); Murinho da Urca — carapicu e anchoveta.

Gilberto Ohoishi

(22)-99839-6442 para pesca embarcada: em Arraial do Cabo, Praia Grande — tira-e-vira, pargo, corvina e lanceta; Ponta do Focinho — maria-mole, castanha, corvina, goete, lanceta e congro-rosa; Boca da Barra — maria-mole e goete; em Cabo Frio, Ilha dos Papagaios — olho-de- cão e pargo.

Últimas de Esporte