CBV diz que vai cumprir as medidas sugeridas em denúncia da CGU

Presidente da entidade afirmou que confederação vai buscar melhoria no esporte

Por O Dia

Rio - Após as denúncias feitas pela Controladoria Geral da União (CGU) de que houve irregularidades na gestão de Ary Graça na Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), Walter Pitombo Laranjeiras, que atualmente preside a entidade afirmou em nota oficial que todas as medidas sugeridas pelo orgão público vão ser cumpridas.

Segundo o mandatário, tudo que puder ser feito para melhorar as condições do esporte será feito. Entre os projetos estão a criação do Conselho de Apoio à CBV, formado por atletas, técnicos e a comunidade do voleibol.

Como efeito imediato do relatório, o Banco do Brasil retirou o patrocínio a entidade. O documento mostra que existem casos de favorecimentos e licitações viciadas dentro da CBV.