Rooney diz que United briga pelo título e Van Gaal reclama do calendário inglês

Atacante se empolgou com o resultado diante do Newcastle enquanto o treinador lamentou curto tempo para treinamentos

Por O Dia

Rooney comemora um dos seus gols com Falcao García, contra o NewcastleReuters

Inglaterra - A vitória diante do Newcastle, por 3 a 1, deixou o atacante Wayne Rooney empolgado. Mesmo dez pontos atrás do líder Chelsea, o craque e ídolo ainda acredita no título do United.

"Ainda tem muito campeonato pela frente. Nós já corremos atrás dos líderes antes e também já perdemos lideranças por um grande número de pontos. Então tudo pode acontecer, especialmente nas próximas semanas, que tem muitos jogos. Se sairmos desses jogos com os resultados certos estaremos em uma boa posição", afirmou Rooney após a partida.

Faltando um jogo para o fim do primeiro turno, que se encerra no domingo e segunda, o Manchester United soma 35 pontos. O líder Chelsea está com 45, enquanto o vice é o rival City, com 42 pontos.

No domingo, o United vai para Londres onde enfrentará o Tottenham, às 10h (horário de Brasília).

Van Gaal reclama do calendário do futebol inglês

Não é só o futebol brasileiro que recebe críticas pelo calendário de jogos apertado. Na Inglaterra, o técnico do Manchester United, Louis Van Gaal, também ficou na bronca pelo curto espaço para treinar seus comandados.

"Para a FIFA e UEFA é proibido jogar dentro de 48 horas, mas na Inglaterra é permitido. Não consigo preparar a minha equipe como queria. Teria várias reuniões com a comissão técnica, jogadores, treinos de 11 contra 11 e ainda iríamos estudar o adversário. Não vamos ter a oportunidade de fazer isso", afirmou Van Gaal, em entrevista à Imprensa inglesa.

Últimas de Esporte