Por fabio.klotz

Brasília - A presidenta Dilma Rousseff vetou o artigo da Medida Provisória 656/14 que definia regras para a renegociação das dívidas dos clubes brasileiros sem contrapartida, com prazo de 20 anos para quitar o débito. A alegação foi que o artigo não apresentava maneiras de assegurar a responsabilidade fiscal.

Dilma veta artigo que aliviaria clubes André Mourão / Agência O Dia

O veto presidencial significa uma vitória para o Bom Senso FC, grupo de atletas e ex-atletas. A entidade se posicionou contra a renegociação das dívidas dos clubes sem contrapartida. O Bom Senso deseja uma Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte (LRFE) com exigências e punições para os clubes que não cumprirem suas obrigações.

Pelo Twitter, o Bom Senso vibrou com o veto.

Você pode gostar