Por pedro.logato
Estados Unidos - Anderson Silva e Chael Sonnen travaram a grande rivalidade do UFC nos últimos anos. Antes dos dois combates, vencidos pelo brasileiro, o que se viu foi uma série de provocações e trocas de farpas, principalmente pelo lado do americano, que chegou a ofender a família de Anderson e o Brasil.
Anderson derrotou Chael Sonnen por duas vezesDivulgação

Quase três anos se passaram da última luta entre os dois, ocorrida em 2012. De lá para cá, muita coisa mudou. Anderson perdeu o cinturão dos médios para Chris Weidman, fraturou a perna na revanche contra o americano e ficou mais de um ano parado. Sonnen, por sua vez, foi pego no doping e se aposentou do UFC.

Após a vitória do brasileiro sobre Nick Diaz, o ex-rival surpreendeu e rasgou elogios. “Fiquei de queixo caído de ver você se mexendo muito bem no fim da luta e, pessoalmente, queria dizer que aquilo foi muito inspirador. Acredito que você venceu uma para nós todos, os mais velhos, nesta noite. Apenas gostaria de dizer: ‘muito obrigado'”, disse Sonnen, durante o programa “Sportscenter”, no canal norte-americano “ESPN”.

Anderson Silva agradeceu as palavras do americano e disse respeitar o rival. “Eu que tenho que te agradecer, cara. Obrigado, porque você é parte deste esporte. As pessoas precisam te respeitar. Eu devo te respeitar, porque você mudou tudo na minha vida. Eu te agradeço, você mudou para todos. Você foi a melhor luta (que tive) no UFC”, disse Anderson.
Publicidade
Os dois se enfrentaram em agosto de 2010. Após provocar muito o rival, Chael conseguiu dominar o combate por mais de cinco rounds e estava muito próximo de conquistar o cinturão dos médios. Porém, no último round, Anderson conseguiu finalizá-lo com um triângulo. Após anos de espera, em julho de 2012, a tão aguardada revanche entre eles finalmente aconteceu. Spider não deixou margem para dúvidas e venceu por nocaute no segundo assalto.