Rafael Nadal na folia carioca

Principal atração do Rio Open, espanhol vai sentir a emoção de desfilar no Sambódromo

Por O Dia

Rio - Um dos atletas mais vitoriosos da história do tênis vai viver nova e inesperada experiência. Principal atração do Rio Open, Rafael Nadal, 14 vezes campeão de torneios do Grand Slam e medalha de ouro na Olimpíada de Pequim, em 2008, terá a chance de realizar um desejo com o qual muitas sonham no mundo: desfilar por uma escola de samba do grupo especial do Rio.

Convidado pela Viradouro, que retorna à elite do Carnaval carioca após quatro anos, o espanhol, mesmo sem entender muito do riscado, pretende cair na folia. Mas a curtição de Nadal será com responsabilidade, pois sua estreia no maior torneio de tênis da América Latina está marcada para terça-feira.

Rafael Nadal durante a coletiva no Jockey Club%2C na Gávea.Carlo Wrede

“Recebi esse convite e creio que será algo único, especial. De longe, se vê o Carnaval como um dos eventos mais especiais do mundo. Não preparei nada. Vamos tentar fazer algo divertido para lembrarmos”, afirmou.

LEIA MAIS: Basquete, vôlei, tênis e muito mais: acompanhe os esportes olímpicos

Em mais uma passagem pelo Brasil, Nadal acredita que o país esteja se acostumado a organizar grandes eventos esportivos, como a Copa do Mundo e a Olimpíada. Na avaliação do tenista, esse fator é importante para o país colocar o seu nome entre as grandes potências.

“O Brasil nos últimos anos teve um crescimento importante, realizando grandes eventos. Lógico que o país se envolve com competições desse tipo. O Rio é um evento de (nível ATP) 500. Somando com Acapulco, são apenas dois desse tipo. Nós, jogadores que falamos idiomas latinos, nos sentimos em casa”, destacou o espanhol.

Forte candidato ao título do torneio, Nadal não quis criar expectativa por uma final com o seu compatriota David Ferrer. “Não tenho expectativas para enfrentar Ferrer. Minha atenção está no jogo de terça-feira, no meu próximo jogo. Será um desafio complicado, principalmente pelas condições extremas de temperatura no Rio”, completou Nadal, que ainda não sabe quem será o adversário na estreia.

TEMOR COM O FORTE CALOR CARIOCA

Mesmo com todo clima de festa em torno da vinda de Rafael Nadal ao Rio, nem tudo são flores, pois o forte calor do verão da cidade maravilhosa tem tirado o sono do espanhol.

Em entrevista coletiva realizada ontem, ele expôs a sua preocupação com as altas temperaturas e também reconheceu que o calor pode afetá-lo durante a participação do Rio Open 2015.

“O calor que está fazendo afeta qualquer um. Com essas condições, está muito complicado, com muita umidade. São condições extremas. Se não diminuir a temperatura, vamos sofrer e tentar sobreviver de alguma maneira, fazendo o melhor”, afirmou. A temperatura máxima da tarde de ontem chegou à casa de 41ºC, com sensação térmica beirando os 47ºC.

Últimas de Esporte