Candidato à presidência da Fifa, Figo propõe Copa do Mundo com 48 equipes

Modelo atual do torneio internacional possui 32 seleções

Por O Dia

Figo é um dos candidatos à presidência da Fifa Reuters

Inglaterra - Luis Figo talvez seja o principal concorrente de Joseph Blatter nas próximas eleições para presidente da Fifa. O passado do ex-jogador, dentro dos gramados, faz com que ele seja querido por boa parte do meio futebolístico. E tanta moral entre os boleiros deixa o português com mais tranquilidade e liberdade para ousar.

Durante um evento de apresentação de seus principais projetos, realizados nesta quinta-feira, no estádio de Wembley, na Inglaterra, o candidato afirmou que estuda fazer uma edição da Copa do Mundo com 40 ou 48 seleções.

LEIA: Presidente da Fifa repudia atitude racista de torcedores do Chelsea em Paris

"Eu acredito que nós devemos considerar propostas para expandir a Copa do Mundo de sua atual estrutura de 32 equipes para 40 ou até mesmo 48 equipes", disse Figo.

"Ambas as opções são viáveis com três a quatro dias a mais de jogos no torneio. Se esta expansão acontecesse, eu acredito que as equipes adicionais deveriam ser oriundos de países não-europeus", completou.

Além de Figo e Blatter, a eleição terá Michael van Praag (presidente da Federação Holandesa) e o príncipe Ali Bin Al-Hussein (vice-presidente da FIFA). O pleito acontece em maio.

Últimas de Esporte